Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ACERTO

Lúcio troca <br>São Paulo por Palmeiras

Lúcio troca <br>São Paulo por Palmeiras
02/01/2014 16:53 - Globo Esporte


O zagueiro Lúcio rescindiu contrato com o São Paulo e já tem tudo acertado para fechar com o Palmeiras para esta temporada, ano do centenário alviverde. O jogador de 35 anos estava afastado do Tricolor por indisciplina desde julho, pelo antigo técnico Paulo Autuori, e não treinava no CT da Barra Funda desde outubro. Assim, ele encerrou o vínculo válido até dezembro de 2014 com o time do Morumbi. Agora, o Verdão aguarda apenas a documentação final do rival para fazer o zagueiro "pular o muro" do CT da Barra Funda para a Academia de Futebol, vizinhos na capital paulista, e anunciar a transferência.

Lúcio recebia aproximadamente R$ 450 mil no São Paulo, salário que era dividido entre clube e um patrocinador. No Verdão, ele receberá cerca de R$ 150 mil, em um vínculo por produtividade. Ou seja, um terço do montante recebido no rival. O que ajudou na negociação é o fato de Lúcio poder continuar morando em São Paulo, já que sua família está adaptada e seus filhos estão matriculados na escola para 2014.

- O Lúcio rescindiu contrato com o São Paulo, assim ele não tem mais nada a ver com o clube. Não houve qualquer negociação entre São Paulo e Palmeiras, porque o jogador está livre. Por isso, o São Paulo não sabe dizer onde ele vai jogar - confirmou o assessor da presidência José Francisco Manssur.

O Palmeiras chegou a conversar com Lúcio antes de o beque fechar com o Tricolor. Na ocasião, o presidente Arnaldo Tirone não teve autorização do Conselho de Orientação e Fiscalização do clube para oferecer um salário tão alto. Ele chega como opção para a vaga de Vilson, fora do Verdão.

Aprovado pelo técnico Gilson Kleina, Lúcio deve formar dupla de zaga titular com Henrique. O pentacampeão mundial com o Brasil tentará se recuperar depois de uma temporada de críticas.

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.