Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MATO GROSSO DO SUL

Ministério Público Federal combate fazendas fantasmas em 60 cidades

Ministério Público Federal combate fazendas fantasmas em 60 cidades
06/09/2012 07:50 - Edivaldo Bitencourt e Celso Bejarano


O Ministério Público Federal (MPF) instaurou inquérito civil com o objetivo identificar e combater a grilagem de terras, “fazendas fantasmas” e sobreposição de áreas. O alvo da procuradoria é identificar 3,9 milhões de hectares de terras excedentes em 60 municípios de Mato Grosso do Sul.

Além de apurar o tamanho de todas as propriedades rurais registradas no cadastro do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), a procuradoria solicitará à Corregedoria do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) uma devassa nos cartórios de 11 cidades.

Oficialmente, conforme o Incra, as 80,9 mil propriedades rurais somam 40,282 milhões de hectares em Mato Grosso do Sul. O problema é que, somando a área urbana, áreas de conservação, reservas indígenas e parques, o Estado tem uma área de 35,7 milhões de hectares.

Existem muita gente que é dona de uma área de 4,5 milhões de hectares que só existem no papel.  

Clique aqui para ler a matéria completa

Felpuda


A lista do Tribunal  de Contas de MS,  com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros  de quando exerceram cargos públicos,  está deixando  muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto  pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!