Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MATO GROSSO DO SUL

Ministério Público Federal combate fazendas fantasmas em 60 cidades

Ministério Público Federal combate fazendas fantasmas em 60 cidades
06/09/2012 07:50 - Edivaldo Bitencourt e Celso Bejarano


O Ministério Público Federal (MPF) instaurou inquérito civil com o objetivo identificar e combater a grilagem de terras, “fazendas fantasmas” e sobreposição de áreas. O alvo da procuradoria é identificar 3,9 milhões de hectares de terras excedentes em 60 municípios de Mato Grosso do Sul.

Além de apurar o tamanho de todas as propriedades rurais registradas no cadastro do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), a procuradoria solicitará à Corregedoria do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) uma devassa nos cartórios de 11 cidades.

Oficialmente, conforme o Incra, as 80,9 mil propriedades rurais somam 40,282 milhões de hectares em Mato Grosso do Sul. O problema é que, somando a área urbana, áreas de conservação, reservas indígenas e parques, o Estado tem uma área de 35,7 milhões de hectares.

Existem muita gente que é dona de uma área de 4,5 milhões de hectares que só existem no papel.  

Clique aqui para ler a matéria completa

Felpuda


Alguns pré-candidatos que estão de olho em uma cadeira de vereador vêm apostando apenas nas redes sociais, esperançosos na conquistados votos suficientes para se elegerem. A maioria pede apoio financeiro para continuar mantendo suas respectivas páginas, frisando que não aceita dinheiro público ou de político, fazendo com que alguns se lembrem daquela famosa marchinha de carnaval: “Ei, você aí, me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí...”. Como diria vovó: “Essa gente perdeu o rumo e o prumo”.