Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MATO GROSSO DO SUL

Ministério Público Federal combate fazendas fantasmas em 60 cidades

Ministério Público Federal combate fazendas fantasmas em 60 cidades
06/09/2012 07:50 - Edivaldo Bitencourt e Celso Bejarano


O Ministério Público Federal (MPF) instaurou inquérito civil com o objetivo identificar e combater a grilagem de terras, “fazendas fantasmas” e sobreposição de áreas. O alvo da procuradoria é identificar 3,9 milhões de hectares de terras excedentes em 60 municípios de Mato Grosso do Sul.

Além de apurar o tamanho de todas as propriedades rurais registradas no cadastro do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), a procuradoria solicitará à Corregedoria do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) uma devassa nos cartórios de 11 cidades.

Oficialmente, conforme o Incra, as 80,9 mil propriedades rurais somam 40,282 milhões de hectares em Mato Grosso do Sul. O problema é que, somando a área urbana, áreas de conservação, reservas indígenas e parques, o Estado tem uma área de 35,7 milhões de hectares.

Existem muita gente que é dona de uma área de 4,5 milhões de hectares que só existem no papel.  

Clique aqui para ler a matéria completa

Felpuda


Prefeitura de município do interior de MS recebeu recomendação do Ministério Público do Estado no sentido de exonerar servidores comissionados, livres do cartão de ponto, que são parentes de secretários da administração e de vereadores. O nepotismo se tornou um excelente “negócio” por lá, e se até o dia 6 de agosto as devidas providências não forem tomadas, medidas serão adotadas, como ação por improbidade administrativa. Tem gente que não aprende mesmo, né?