Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SÃO PAULO

Mocidade Alegre confirma favoritismo e é tricampeã

Mocidade Alegre confirma favoritismo e é tricampeã
04/03/2014 17:10 - FOLHAPRESS


A Mocidade Alegre foi a grande campeã do Carnaval de São Paulo em 2014. A escola do bairro do Limão, zona norte da capital, recebeu 259,7 pontos na apuração realizada hoje, ficando à frente da Rosas de Ouro e da Águia de Ouro, vice-campeã e terceira colocada respectivamente. Pérola Negra e Leandro de Itaquera foram as rebaixadas para o grupo de acesso.

É o terceiro título consecutivo da Mocidade, que consolida sua hegemonia neste século ela já havia sido campeã em 2004, 2007 e 2009.

Terceira escola a entrar no Anhembi no segundo dia do Carnaval paulista, a Mocidade fez um desfile consistente e era apontada por especialistas como a principal favorita ao título.
A escola recorreu ao tema da fé para alcançar o tricampeonato, o que não acontecia há 26 anos. A façanha foi alcançada pela última vez em 1988, pela Vai-Vai.

O enredo da Mocidade não deixou de ser também uma homenagem à presidente da escola, Solange Bichara, conhecida por seus gestos fervorosos, como segurar vários terços nas mãos antes da escola entrar na avenida.

Além de repetir o costume, ela fez juz à fama de supersticiosa ao jogar moedas ao chão antes de a Mocidade entrar na avenida.

Como de praxe, a escola caprichou na maquiagem e na pintura de seus componentes. Pontos notáveis do desfile foram suas alas coreografadas. Ao menos no samba, a escola reuniu o budismo, candomblé, islamismo ao longo de suas alas.

Por vezes, quando o samba dizia "De joelhos eu vou cantar", praticamente todos os componentes se ajoelham na avenida. "É a nossa cara fazer algo diferente", disse a presidente da escola, já na dispersão.

Outro destaque frequente na Mocidade ao longo dos anos é seu grupo de intérpretes. Há anos, a escola é elogiada pela afinação e sintonia entre seus cantores.

Também tiveram espaço na evolução da escola crenças como a numerologia e a astrologia. Uma das alas da trouxe galhos de arruda de verdade. Enquanto desfilavam, seus integrantes iam perfumando a avenida.

A escola terminou o desfile no tempo limite, de 65 minutos. Integrantes da Mocidade distribuíram medalhas de são Jorge à plateia. Muitos dos que recebiam, beijavam o adereço e agradeciam.
 

Felpuda


Com trabalho suspenso, por causa da Covid-19, investigação parou sem ter começado e, agora, dois dos cabeças do grupo de trabalho estão “chovendo no molhado”. Assim, para continuar, digamos, em evidência, vêm divulgando sobre a “firmeza” de ambos em “dar continuidade”, tão logo acabe a pandemia que, assim como os resultados dos trabalhos, são incógnitas que só. Portanto, melhor seria aguardar o desenrolar dos acontecimentos para sair “cantando de galo”.