Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CGU

MPE e Assomasul disicutirão lei da transparência

MPE e Assomasul disicutirão lei da transparência
20/02/2014 15:30 - DA REDAÇÃO


O Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul destacou o trabalho do presidente da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), Douglas Figueiredo (PSDB), junto aos prefeitos de Mato Grosso do Sul sobre a importância da Lei da Transparência.

O MPE-MS vem trabalhando há algum tempo em parceria com a Controladoria-Geral da União, Regional/MS e com representantes do Ministério Público Federal-MS para a implantação do Programa Brasil Transparente da CGU nas prefeituras do Estado.

No início deste mês, o Ministério Público Estadual reuniu em sua sede, no Parque dos Poderes, Promotores de Justiça atuantes na área do Patrimônio Público de todo o Estado para tratar sobre o Programa Brasil Transparente. Além de representantes da CGU Regional/MS, o evento ainda contou com a participação de representantes do MPF.

Na oportunidade, a chefe da Controladoria-Geral da União, Regional/MS, Janaína Gonçalves Teodoro de Faria, disse que a CGU oferecerá capacitação administrativa aos funcionários dos municípios que aderirem ao Programa Brasil Transparente.

A promotora de Justiça de Campo Grande Cristiane Mourão Leal Santos, assessora especial do procurador-geral de Justiça, informou que tem uma reunião pré-agendada para este mês com a diretoria da Assomasul para tratar sobre a implantação desse programa em todas as prefeituras do Estado.

“É importante para nós, neste momento, o apoio da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul”, destacou a promotora.

Felpuda


Depois de se “leiloar” durante meses, e afirmando que estava até escolhendo o município para se candidatar a prefeito, ex-cabeça coroada não só não recebeu acenos amistosos, como também não encontrou portas abertas com tapete vermelho a esperá-lo. 

Assim, deverá pendurar as chuteiras e fazer como cardume em seu pesqueiro: nada, nada...