Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIDADES

Mulher agradece por casa própria

Mulher agradece por casa própria
25/08/2010 05:30 -


Selma Rodrigues de Oliveira foi uma das beneficiadas com uma nova moradia, após as obras no Córrego Cabaça. Escolhida para falar em nome da população, a senhora relatou que morava no “buraco”, convivendo com o risco de inundação, a cada chuva. “Eu não tinha casa, morava no buraco. Vocês nos deram a casa dos nossos sonhos”, afirmou, recebendo, em seguida, longo abraço do presidente Lula.
No total foram entregues, 2zzanteriormente, 574 casas, além de 1,5 mil moradias regularizadas, em um investimento total, junto com as obras de drenagem e pavimentação, R$ 66,4 milhões.
Para Arlene Ortega Pavão, de 53 anos, moradora de Ponta Porã, que conhecia a região antes da intervenção, a mudança foi muito grande. “Não reconheci. Se viesse sozinha, não conseguiria chegar na casa da minha amiga”, disse, referindo-se a Nirian Rodrigues da Rosa, moradora da Vila Carlota. “Ficou ótimo. Tem pista de caminhada; antes era tudo brejo, mato. Agora o córrego está livre. Estou feliz da vida”. (ST)

Felpuda


Os bastidores fervem com a ciumeira que vem acontecendo em alguns municípios, onde determinados candidatos estariam sendo mais prestigiados que outros depois das alianças que foram formalizadas nas convenções. As queixas só aumentam, e as lideranças partidárias já não sabem o que fazer, temendo a possibilidade de que a vitória vá para o ralo. A bronca maior está entre integrantes das chapas puras de vereadores que se coligaram na majoritária. E salve-se quem puder!