Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIDADES

Mulher bate em caminhão, capota e morre na BR-163

Mulher bate em caminhão, capota e morre na BR-163
13/03/2010 07:13 -


Mariane Vitorino, de 26 anos, morreu em acidente ocorrido ontem de manhã, na BR-163, saída para São Paulo, ainda no perímetro urbano de Campo Grande. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Mariane tentou uma ultrapassagem perigosa, quando bateu de frente com um caminhão. Por volta das 10h30min, a motorista, que era vendedora de salgados, seguia no automóvel Corsa, placas HLM- 4404, de Campo Grande, rumo a um posto de combustível na saída para São Paulo. No km 457 da rodovia BR- 163, tentou ultrapassar dois caminhões e acabou batendo de frente com outro, que vinha na direção contrária transportando maquinário agrícola. O carro capotou e a motorista morreu na hora. Segundo a PRF, a vítima tentou ultrapassar os caminhões em local proibido, sinalizado por faixa contínua. O motorista da carreta, Flodoaldo Donato, de 42 anos, que conduzia o caminhão em que o veículo de Mariane bateu, disse aos policiais que tentou frear e desviar, porém, devido ao peso da carga, não conseguiu evitar a colisão. Motorista e passageiro da carreta não ficaram feridos. De acordo com informações de familiares que estiveram no local, três vezes por semana Mariane seguia pelo mesmo caminho para fazer a entrega dos produtos que vendia à lanchonete de um posto de combustíveis. A mãe dela sempre a acompanhava, porém, ontem, a vítima havia ido sozinha. O trânsito foi bloqueado no local até por volta das 12h30min, quando o corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol) de Campo Grande. O caso foi registrado na 4ª Delegacia de Polícia, onde o motorista do caminhão prestou depoimento e, posteriormente, foi liberado.

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!