Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPINAS

Mulher é arrastada ao tentar tirar bebê do carro durante assalto

Mulher é arrastada ao tentar tirar bebê do carro durante assalto
07/02/2014 21:00 - FOLHA PRESS


Uma mulher de 35 anos foi arrastada ao tentar retirar seu bebê de 11 meses do carro durante um assalto ocorrido ontem na periferia de Campinas (a 93 km de São Paulo).

Ela foi rendida por um homem armado, que anunciou o assalto, quando descia do carro no bairro DIC 2. Ela desceu do carro junto com outro filho, de 6 anos, mas o bebê ficou no banco de trás, preso na cadeirinha.

Ao perceber que o bebê havia ficado dentro do carro, ela tentou retirá-lo, segundo o boletim de ocorrência. O assaltante então acelerou o carro, e a mulher foi arrastada por vários metros.

Segundo Luís Paulo de Oliveira Silva, delegado titular do 9º DP, ao perceber a situação o ladrão soltou a cadeirinha do banco e jogou a criança para fora, com o carro em movimento.

A mulher e o bebê foram encaminhados pelo serviço de emergência ao Hospital Ouro Verde, de onde receberam alta ontem e hoje, respectivamente.

O carro foi encontrado por policiais militares logo após o crime. Durante a fuga, o bandido colidiu com outro automóvel e abandonou o carro.

Dentro do veículo a PM encontrou uma arma de paintball.

O boletim de ocorrência foi registrado pelos policiais no 9º DP e, segundo Oliveira Silva, será aberto um inquérito policial para investigar o caso.

A vítima ainda não foi ouvida pela polícia, e ninguém foi detido até o momento.
 

Felpuda


Dia desses, há quem tenha se lembrado de opositor ferrenho – em público –, contra governante da época, mas que não deixava de frequentar a fazenda de “sua vítima” sempre que possível e longe dos olhos populares. Por lá, dizem, riam que só do fictício enfrentamento de ambos, que atraía atenção e votos. E quem se lembrou da antiga história garantiu que hoje ela vem se repetindo, tendo duas figurinhas carimbadas nos papéis principais. Ô louco!