Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Nissan apresenta novo retrovisor inteligente feito com tela de LCD

Nissan apresenta novo retrovisor inteligente feito com tela de LCD
04/03/2014 07:00 - carrobonito


A cada ano que passa as montadoras aderem tecnologias para melhorar as funções, o consumo e, principalmente, o conforto e a segurança de seus veículos. Dessa vez, a Nissan confirmou que irá apresentar no dia 6 de março, durante a realização do Salão de Genebra, uma novidade tecnológica interessante: um inovador retrovisor interno inteligente feito com uma tela de LCD, substituindo o espelho tradicional.

De acordo com a Nissan, o espelho interno tecnológico atua em conjunto com uma câmera de alta resolução instalada na parte traseira do carro, garantindo ao condutor uma visibilidade integral, sendo possível identificar a presença de qualquer tipo de obstáculo na traseira do veículo, incluindo nos pontos cegos, como as colunas C e os locais onde os passageiros do banco traseiro ficam com a cabeça posicionada.

O motorista tem a possibilidade de escolher entre o espelho convencional ou uso do espelho com a tela de LCD através de um botão localizado na parte inferior do espelho.

O equipamento de segurança, com toda certeza, deve evitar colisões em objetos com tamanho reduzido que ficam nos pontos cegos, bem como pequenos acidentes com pessoas quando o veículo está andando em marcha ré, já que a câmera de segurança para manobras em marcha ré não oferece uma imagem tão ampla, que abrange os pontos sem visibilidade, e com boa resolução. Além disso, o espelho pode evitar muitos acidentes com motocicletas, já que, somando com os espelhos externos, o condutor não terá mais pontos cegos.

Para que as imagens sejam exibidas sem qualquer distorção, a marca nipônica desenvolveu um equipamento com ângulo estreito e 1,3 milhão de pixels. O monitor tem uma proporção de 4:1.

Felpuda


Com trabalho suspenso, por causa da Covid-19, investigação parou sem ter começado e, agora, dois dos cabeças do grupo de trabalho estão “chovendo no molhado”. Assim, para continuar, digamos, em evidência, vêm divulgando sobre a “firmeza” de ambos em “dar continuidade”, tão logo acabe a pandemia que, assim como os resultados dos trabalhos, são incógnitas que só. Portanto, melhor seria aguardar o desenrolar dos acontecimentos para sair “cantando de galo”.