Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

EUA

Novo filme de Scorsese quebra recorde de palavrões

Novo filme de Scorsese quebra recorde de palavrões
04/01/2014 03:00 - FOLHA PRESS


O novo filme do cineasta Martin Scorsese, "O Lobo de Wall Street", que traz Leonardo DiCaprio no papel de um corretor de ações charlatão, bateu um recorde curioso: é o filme de ficção com o maior uso do palavrão "fuck" na história.

Segundo informações da revista "Variety", o palavrão é dito 506 vezes ao longo das três horas de filme.

O recorde anterior pertencia ao filme "O Verão de Sam" (1999), de Spike Lee, com 435 "fucks" distribuídos em suas 2h20 de duração.

Ambos são filmes de ficção. No geral, o recorde ainda pertence, por razões óbvias, ao documentário "Fuck" (2005), de Steve Anderson -um trabalho jornalístico que se debruça sobre os usos e a origem desse palavrão.

Scorsese, porém, parece gostar de incluir a palavra "fuck" em seus filmes: entre os 20 mais bem colocados na lista, ainda estão outras duas produções suas. São elas "Cassino" (422 palavrões) e "Os Bons Companheiros" (300 palavrões).
 

Felpuda


Na troca de alfinetadas entre partidos que não se entenderam até agora sobre eventual aliança, uma outra peça está surgindo: trata-se do levantamento completo sobre investimentos feitos, recursos liberados, parcerias em todas as áreas, além do prazo de quando tudo isso começou. Caso os palanques venham a ficar distanciados, a divulgação será feita à exaustão durante a campanha eleitoral, para mostrar quem é quem na história. Os bombeiros continuam atuando.