Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESTATÍSTICA

Número de casos da dengue seria superior a 3 mil

Número de casos da dengue seria superior a 3 mil
20/01/2010 04:35 -


Mato Grosso do Sul está entre os cinco estados em situação de risco por conta da dengue, conforme informações do Ministério da Saúde. Desde o início deste ano até ontem o Estado notificou 1.814 casos da doença. Mas as notificações já podem estar acima de 3 mil, de acordo com o diretor estadual de Vigilância em Saúde, Eugênio Barros. “Muitos municípios não repassaram as informações atualizadas, por isso podemos dizer que temos mais de três mil casos notificados”, enfatizou. Conforme a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde (SES), os municípios que estão apresentando maior incidência de notificações de dengue neste ano são: Pedro Gomes, Jardim, Corguinho, Nioaque, Sonora, Campo Grande, Nova Alvorada do Sul e Porto Murtinho. Na Capital, por exemplo, até ontem a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) havia registrado 1.538 casos de dengue, sendo que 9 pessoas estavam internadas no Hospital Dia localizado no Posto de Saúde 24 horas do Bairro Nova Bahia. Durante todo o mês de janeiro de 2009, Campo Grande registrou apenas 149 notificações. Demais regiões em risco De acordo com o Ministério da Saúde, os demais estados em situação de alerta são: Rondônia, Acre, Mato Grosso e Goiás, sendo que três deles pertencem à região Centro-Oeste. Na semana passada, técnicos do Ministério estiveram reunidos, em Campo Grande, com autoridades em saúde de Mato Grosso do Sul. Através da assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde (SES), o consultor técnico do Governo Federal, Rodrigo Fabiano Said, disse que o Ministério está com atenção especial nos cinco estados. “Esses locais estão em situação de risco e o Ministério está colocando à disposição técnicos e o que mais for necessário, dentro do possível, para apoiá-los no enfrentamento à doença”, afirmou. Sintomas Depois da picada do mosquito com o vírus, os sintomas se manifestam normalmente do 3º ao 15º dia da infecção. Esse período é chamado de incubação. O tempo médio de duração da doença é de cinco a seis dias. Os sintomas surgem apenas após este período. Febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, manchas vermelhas no corpo e dor nos ossos e articulações são sintomas que podem indicar dengue e, por conta disso, as pessoas devem procurar o posto de saúde mais próximo. Dengue hemorrágica Se o cidadão já está com suspeita de dengue e começou a apresentar dores abdominais, vômitos e qualquer tipo de sangramento (principalmente no 3º ou 4º dia do início desses sintomas) deve retornar imediatamente à unidade de saúde porque esses são indícios da evolução da dengue para a forma grave, a hemorrágica, que pode levar à morte. Cuidados Depois de consultar um médico, o paciente deve tomar alguns cuidados como, por exemplo, manter-se em repouso, beber muito líquido (inclusive soro caseiro) e só usar medicamentos prescritos pelo médico para aliviar as dores e a febre.

Felpuda


Apressadas que só, figurinhas tentaram se “apoderar” do protagonismo de decisão administrativa. Não ficaram sequer vermelhas quando se assanharam todas para dizer que tinham sido responsáveis pela assinatura de documento que, aliás, era uma medida estabelecida desde 2019. Quem viu o agito da dupla não pode deixar de se lembrar daquele pássaro da espécie Molothrus bonarienses, mais conhecido como chupim, mesmo. Afe!