Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MINAS GERAIS

Número de mortes por chuva chega a 21, segundo a Defesa Civil

Número de mortes por chuva chega a 21, segundo a Defesa Civil
28/12/2013 10:06 - terra


O número de mortes causadas pela chuva em Minas Gerais subiu de 18 para 21 de acordo com o boletim da Defesa Civil do Estado divulgado neste sábado. Alisson Pablo da Silva Rocha, 17 anos, morreu devido a um vendaval que atingiu Buritizeiro na sexta-feira. Na quinta, Emilson Pereira Lourenço , 36 anos, e Luiz Gonçalves de Almeida, 66 anos, foram arrastados por uma enxurrada que ocorreu em Virgolândia.

Até o momento, a Defesa Civil reconheceu situação de emergência em 51 municípios mineiros, mas outros 33 também foram afetados. Quase 10 mil pessoas tiveram de deixar suas casas. De acordo com o órgão, 6.959 pessoas estão desalojadas e 2.460, desabrigadas. Mais de 7.099 casas foram danificadas e 116, destruídas. Além disso, pelo menos 229 obras de infraestrutura foram danificadas e 112, destruídas.

Na sexta-feira, a presidente Dilma Rousseff sobrevoou a região de Governador Valadares, uma das mais atingidas pela forte chuva que cai desde a semana passada em Minas Gerais. Dilma já retornou para a Bahia, onde passará o fim de ano com a família na Base Naval de Aratu, próximo à capital do Estado. 

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.