Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Número de óbitos é diferente entre mulheres brancas, negras e pardas

Número de óbitos é diferente entre mulheres brancas, negras e pardas
06/11/2008 16:40 -


     

 


        

De acordo com dados da publicação Saúde Brasil 2007, divulgada hoje (6) pelo Ministério da Saúde, as mulheres brancas têm mais risco de morte por acidentes com veículos e atropelamentos do que negras e pardas. É uma média de 7,1 por 100 mil mulheres. Segundo o ministério, o risco de uma mulher branca em idade fértil ser assassinada por arma de fogo é maior que o de morte por doenças isquêmicas e câncer do colo de útero.


        O estudo aponta que entre as mulheres negras e pardas, o risco de morte por doenças cerebrovasculares é duas vezes maior em relação às mulheres brancas. Na avaliação do Ministério da Saúde, os óbitos podem estar associados a questões genéticas ou a uma situação socioeconômica desfavorável, com mais casos de pobreza e dificuldade de acesso a serviços de saúde.


Com informações do g1
        

Felpuda


Sem conseguir controlar a verborragia, figurinha estreante no mundo político-partidário, e que se acha “o último biscoito do pacote”, acabou batendo de frente com titãs da política. Primeiro perdeu os anéis e, agora, os dedos correm sérios riscos. Anda “ameaçando” deixar o lugar onde se encontra, só que por lá vem ouvindo frases como “se é por falta de adeus...”, “os incomodados que se mudem” e “não fará nenhuma falta”.

Como se vê...