Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIDADES

Ônibus fretado para doentes transportava sacola com cocaína

Ônibus fretado para doentes transportava sacola com cocaína
25/08/2010 05:46 -


Thiago Gomes

Militares da Polícia Ambiental de Miranda apreenderam quase 2,7 quilos de cocaína. A apreensão se deu na segunda-feira, durante fiscalização na BR-262, altura do km 560, no município de Miranda.
A droga foi encontrada em um ônibus da empresa Andorinha, fretado pela Prefeitura de Corumbá para transporte de doentes a hospitais de Campo Grande.
De acordo com informações divulgadas ontem pela  PMA, na vistoria ao bagageiro do ônibus os policiais encontraram três tabletes do entorpecente. A droga estava embrulhada em uma manta, dentro de uma sacola plástica. Todos os passageiros foram interrogados, porém, o proprietário da cocaína não foi encontrado. O motorista também disse não se lembrar de quem seria a bagagem na qual a droga foi encontrada. A mercadoria foi entregue à Delegacia de Polícia Civil de Miranda e o ônibus, liberado para prosseguir com os doentes.

Cápsulas
Enquanto isso, no contexto da Operação Sentinela, policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF)  apreenderam seis cápsulas de pasta-base de cocaína. A apreensão foi feita durante bloqueio realizado na rodovia que liga Corumbá à Bolívia, onde os policiais abordaram para fiscalização um ônibus internacional com itinerário Bolívia/Brasil. Durante revista pessoal no passageiro R.A.A.L., 23 anos, padeiro, morador na cidade de Monteiro (Bolívia), foram encontradas com ele as seis cápsulas de pasta-base. Elas estavam escondidas em suas roupas íntimas.
O padeiro confessou que também tinha engolido outras 54 cápsulas da droga e que tinha a intenção de entregá-las em São Paulo.
R.A.A.L. foi encaminhado ao Pronto-Socorro de Corumbá-MS, para que fosse retirada a droga de seu estômago. O produto pesou 880 gramas. O acusado recebeu voz de prisão e foi encaminhado á Delegacia de Polícia Federal.

Felpuda


Sem conseguir controlar a verborragia, figurinha estreante no mundo político-partidário, e que se acha “o último biscoito do pacote”, acabou batendo de frente com titãs da política. Primeiro perdeu os anéis e, agora, os dedos correm sérios riscos. Anda “ameaçando” deixar o lugar onde se encontra, só que por lá vem ouvindo frases como “se é por falta de adeus...”, “os incomodados que se mudem” e “não fará nenhuma falta”.

Como se vê...