Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIDADES

Outra integrante da família Siqueira é presa

Outra integrante da família Siqueira é presa
29/04/2010 06:46 -


NADYENKA CASTRO

A irmã do empresário foragido Gernival Siqueira, Aparecida Siqueira da Silva, também foi presa pela Polícia Civil, em Campo Grande, acusada de estelionato e formação de quadrilha. A prisão aconteceu na terça-feira, horas depois de a polícia também ter prendido a esposa do empresário, Ione Ribeiro da Silva, e as filhas, Fábia e Flávia Siqueira. Elas são acusadas de envolvimento em golpes aplicados por intermédio da agência de compra e venda de carros usados, Siqueira Automóveis.
Presa em frente à casa dela, no Bairro Iracy Coelho. Aparecida é apontada como participante dos crimes porque trabalhou por mais de um ano na empresa Siqueira Automóveis, que funcionou por vários anos na Avenida Bandeirantes, na Capital.
Flávia e a mãe foram detidas na casa onde moram, na Vila Bandeirantes. Fábia, por sua vez, foi presa no município paulista de Engenheiro Coelho, onde é funcionária de uma loja de revenda de veículos. Ela já está em Campo Grande e ocupa uma das celas da 3ª Delegacia, onde também estão a irmã, a mãe e a tia.
A Siqueira Automóveis, que foi fechada pelos responsáveis depois de as primeiras denúncias terem se tornado públicas, tinha como proprietário direto Gernival, que ainda não foi localizado. A Polícia Civil tenta encontrá-lo desde o início das investigações, em 2008. As acusações foram feitas por 12 pessoas, que por conta dos golpes, teriam tido prejuízo de R$ 150 mil cada uma.

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!