Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Para deputado, se PT tiver juízo não se alia ao PMDB no Estado

Para deputado, se PT tiver juízo não se alia ao PMDB no Estado
01/02/2009 20:50 -


     

        Adilson Trindade e Lidiane Kober

Se o PT tiver juízo não vai se aliar com o PMDB na disputa pelo Governo do Estado em 2010. A avaliação é do deputado estadual Paulo Duarte (PT). Para o parlamentar, o partido tem tudo para ir para o embate eleitoral, aceitando o desafio lançamento pelo governador André Puccinelli (PMDB). Ao contrário do PMDB, que, segundo ele, vê na parceria com os petistas a certeza da vitória. "Se o PT ficar com o PMDB, as eleições estarão definidas, mas, se a legenda entrar na disputa, tudo pode acontecer", frisou.

O deputado repudia as declarações do governador, que constantemente repete que é a "noiva cobiçada" de todos os partidos. Na opinião de Paulo Duarte, o PT é que alvo do PMDB. "Se o PT tiver juízo, lança candidatura própria porque não tem lógica o primeiro colocado nas pesquisas ficar com a vice em qualquer aliança", disse. Mas, André tenta convencer, com suas pesquisas, que é o grande favorito nas eleições de 2010. Os petistas não acreditam nessas informações. Eles levam em conta levantamento do Ibrape, que aponta o ex-governador José Orcírio dos Santos (38%) à frente de André Puccinelli (37%) na sucessão estadual. "Então, a noiva cobiçada é o PT e não o André", reforçou.

Felpuda


Sem conseguir controlar a verborragia, figurinha estreante no mundo político-partidário, e que se acha “o último biscoito do pacote”, acabou batendo de frente com titãs da política. Primeiro perdeu os anéis e, agora, os dedos correm sérios riscos. Anda “ameaçando” deixar o lugar onde se encontra, só que por lá vem ouvindo frases como “se é por falta de adeus...”, “os incomodados que se mudem” e “não fará nenhuma falta”.

Como se vê...