Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

“Paradinha” nas cobranças de pênalti pode ser proibida

“Paradinha” nas cobranças de pênalti pode ser proibida
13/02/2010 07:57 -


A Fifa – Federação Internacional de Futebol – anunciou ontem que a International Board, órgão responsável pelas regras do futebol, pretende analisar novas diretrizes do jogo. Entre elas está a proibição da polêmica “paradinha” na hora do pênalti. Em setembro de 2009, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, já havia se mostrado contrário ao uso de artimanhas na cobrança de penalidades, e chamou a prática de “roubo”. A proposta será discutida na reunião da International Board, no próximo dia 6 de março, que marca o 124º encontro anual do órgão. Outras propostas que serão analisadas incluem punições mais pesadas para falta em chance clara de gol e novas funções para o quarto árbitro. A entidade também pretende discutir o uso de mais assistentes durante as partidas – novidade que está sendo testada na Liga Europa – além do uso de tecnologia pelos árbitros. A agenda da reunião, que será presidida pela Fifa, como é tradição em anos de Copa do Mundo, inclui alterações no artigo 1, dedicado ao campo de jogo, e no artigo 5, que discute a figura do juiz. Fundada em 1886, a International Board é composta pelas federações de futebol de Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, além da Fifa. Cada associação britânica tem direito a um voto, enquanto a entidade internacional, que representa os outros 204 países afiliados, dispõe de quatro. Para que uma proposta seja aprovada, precisa obter 75% dos votos.

Felpuda


Mesmo sem ter, até onde se sabe, combinado com o eleitor, candidato a prefeito começou a apresentar nomes do seu ainda hipotético secretariado, pois parece estar convicto de que conseguirá vencer a disputa.

Os adversários dizem por aí que ele está muito distante de “ser um Jair Bolsonaro”, que, ainda na campanha eleitoral para presidente da República, já falava em Paulo Guedes para ser seu ministro de Economia. Como sonhar é permitido