Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DENÚNCIA A VEREADOR

Prefeitura usa área para despejar entulhos

Prefeitura usa área para despejar entulhos
17/01/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


Moradores do Residencial Azaleia, na região do Coophasul, em Campo Grande, reclamam de uma área localizada no quadrilátero formado pelas ruas Drº Miguel Vieira Ferreira, Pétreo, Riverside e Santa Elvira. No local foi anunciada e autorizada ordem para início da construção de uma Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) em 2012, mas a área se transformou em depósito de entulho e tem muito mato alto.

Conforme denúncia encaminhada ao gabinete do vereador Eduardo Romero (PT do B), caminhões que prestam serviço para a Prefeitura de Campo Grande estão descarregando entulho na área destinada para construção de unidade de saúde para atender, além do Azaléia, a Vila Cox, Santa Luzia, Vila Dedé.

De acordo com um dos moradores, quando a prefeitura executa limpeza e obras nas ruas da região, o excedente de material de patrolamento/cascalhamento e levado para área onde deveria ter a UBSF.

Ofício foi encaminhado ontem (16) ao secretário titular da Seintrha pedindo informação se ele tem conhecimento e os motivos do descarte de entulhos no local. Também foi solicitado que seja feito um mutirão de limpeza na área.

O vereador enviou outro ofício ao gabinete do prefeito Alcides Bernal pedindo informações sobre a construção da UBSF no terreno, já que foi licitada e assinada ordem de serviço para início da construção da unidade de saúde.A divulgação da empreiteira vencedora da licitação para execução da obra foi em 2012.

Felpuda


Dia desses, há quem tenha se lembrado de opositor ferrenho – em público –, contra governante da época, mas que não deixava de frequentar a fazenda de “sua vítima” sempre que possível e longe dos olhos populares. Por lá, dizem, riam que só do fictício enfrentamento de ambos, que atraía atenção e votos. E quem se lembrou da antiga história garantiu que hoje ela vem se repetindo, tendo duas figurinhas carimbadas nos papéis principais. Ô louco!