Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIDADES

Preso homem acusado de tentar matar idosa

Preso homem acusado de tentar matar idosa
01/09/2010 06:32 -


Vânya Santos

Decretada prisão preventiva de Luiz Pereira Leite, 51 anos, acusado de tentativa de latrocínio contra uma senhora de 67 anos, na Vila Eliane, em Campo Grande. O crime ocorreu por volta das 15h30min do dia 10 de junho deste ano, quando o homem também conhecido pelos apelidos de Corumbá, Velho e Luiz Facada decepou a orelha da vítima para roubar cerca de R$ 215 e um aparelho celular.
O acusado foi preso na última semana por equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf). Quando de sua prisão Luiz fazia uso de entorpecente numa mata no Bairro Sayonara.
De acordo com a polícia, a vítima contratou Luiz para fazer alguns reparos em sua casa e pelo serviço pagou a quantia de R$ 15. Dias depois, o suspeito retornou ao local, arrastou a idosa para dentro do imóvel, cortou sua orelha e braço esquerdo. Ele ainda pegou uma marreta e desferiu vários golpes contra o ombro direito e cabeça da vítima.
Antes de fugir o acusado roubou R$ 215 e um aparelho celular da idosa, que precisou ser encaminhada até a Santa Casa para reconstituição da orelha. À época, o crime foi registrado na 7ª Delegacia de Polícia como roubo qualificado pela violência que resulta em lesão corporal grave.
De acordo com a polícia, em 1994 Luiz foi autor de um homicídio praticado em Corumbá. O suspeito estava em liberdade condicional desde 6 de julho de 2009 e residia no Bairro Serradinho, na Capital, onde era temido devido a sua fama de violento e habilidade com faca.

Felpuda


Mesmo sabendo que não é fácil conquistar a vitória, alguns políticos em pleno exercício do mandato disputam eleições, querendo trocar o Legislativo pelo Executivo e se dizendo preocupados com as necessidades do município. 

A jogada é antiga: fazem campanha eleitoral antecipada, pois vão tentar a reeleição, e começam a “trabalhar” o nome desde já. É bom lembrar o dito popular: “De boas intenções o inferno está cheio”. Ah, o poder!