Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

EXCEÇÃO

Professores de medicina da UFMS decidem encerrar greve

Professores de medicina da UFMS decidem encerrar greve
29/08/2012 00:01 - Gabriel Kabad e Edivaldo Bitencourt


Depois dos técnicos administrativos, os professores do curso de Medicina da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) encerram a greve iniciada há dois meses e retornam ao trabalho nesta quarta-feira. Cerca de 240 alunos do 1º ao 4º ano do curso serão beneficiados com a decisão, tomada em reunião dos docentes na manhã de segunda-feira, já que os acadêmicos do 5º e 6º ano não paralisaram as aulas, porque foram preservados pelos professores já que estão em período de estágio.

A volta é uma exceção dentro da universidade, já que, apesar da posição da Associação dos Docentes da UFMS (ADUFMS) Sindical pelo fim da paralisação, a maioria dos professores votou contra a volta das aulas na última assembleia geral. Somente o curso de medicina voltará hoje no Estado, que detém cerca de 80 professores na graduação. Nesta quarta-feira, irá ocorrer uma reunião da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Preg) com a Faculdade de Medicina (Famed), para viabilizar um novo calendário para o curso.

Leia mais no jornal Correio do Estado
 

Felpuda


Depois de se “leiloar” durante meses, e afirmando que estava até escolhendo o município para se candidatar a prefeito, ex-cabeça coroada não só não recebeu acenos amistosos, como também não encontrou portas abertas com tapete vermelho a esperá-lo. 

Assim, deverá pendurar as chuteiras e fazer como cardume em seu pesqueiro: nada, nada...