Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RECEITA

Rolo de carne com batata doce é nossa sugestão para o almoço

Rolo de carne com batata doce é nossa sugestão para o almoço
24/01/2014 00:00 - TudoGostoso


Ingredientes

Rolo de Carne:
800 g de carne moída (patinho ou alcatra)
1 envelope de creme de cebola
2 ovos
3 dentes de alho picados
1 cebola bem picada
1/2 xícara de cheiro verde picadinho
sal a gosto

Recheio:
2 tomates sem semente picados
1 cebola picada
1 cenoura grande ralada
sal e pimenta a gosto
catupiry (requeijão ou mussarela ralada)

Outros ingredientes:
12 a 15 fatias de bacon
5 batatas doce cortadas em 4 (pré-cozidas no vapor)
3 cebolas cortadas em rodelas grossas
azeite

Obs: Prato fica pronto em 1h30min e rende 10 porções;

Modo de preparo

Recheio:
Misture tomates, cebola, cenoura, sal e pimenta em uma vasilha
Reserve

Rolo de Carne:
Em outra vasilha, misture bem todos os ingredientes do rolo de carne
Com as mãos, abra a mistura em cima de um filme plástico ou um saco plástico aberto (isso vai facilitar na hora de enrolar)
Espalhe o recheio
Coloque o queijo de sua preferência (catupiry, requeijão ou mussarela)
Feche o rolo, como um rocambole, e cubra com as fatias de bacon
Numa assadeira, espalhe um fio de azeite e faça uma camada com as cebolas em rodelas
Coloque o rolo de carne por cima
Nas laterais, acrescente o restante das cebolas e as batatas doce
Asse (a 220ºC) por cerca de 30 minutos, até dourar bem o bacon

Informações Adicionais
Dicas: Em vez de batata doce, use batata comum. O recheio pode ser modificado conforme sua criatividade. Acrescente azeitonas pretas, palmito ou repolho ralado, por exemplo. O recheio deve ficar bem seco pra não soltar água na hora de fechar e assar o rolo. Por isso, use tomates sem a semente. Caso seja necessário, feche as pontas do rolo com palitos de churrasco. Mas lembre-se de tirá-los na hora de servir. Para acompanhar, salada verde e arroz branco. O creme de cebola e o bacon já têm bastante sal. Cuidado na hora de acrescentar mais.

Felpuda


Dia desses, há quem tenha se lembrado de opositor ferrenho – em público –, contra governante da época, mas que não deixava de frequentar a fazenda de “sua vítima” sempre que possível e longe dos olhos populares. Por lá, dizem, riam que só do fictício enfrentamento de ambos, que atraía atenção e votos. E quem se lembrou da antiga história garantiu que hoje ela vem se repetindo, tendo duas figurinhas carimbadas nos papéis principais. Ô louco!