Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

Santos e Vitória abrem duelo pelo título da Copa do Brasil

Santos e Vitória abrem duelo pelo título da Copa do Brasil
28/07/2010 05:19 -


Santos

Santos e Vitória começam hoje, às 20h50min (MS), na Vila Belmiro, a busca pelo título da Copa do Brasil e a consequente vaga na próxima edição da Copa Libertadores da América.
O Peixe, que não tem apresentado nesta volta da temporada nacional, após a Copa do Mundo, o mesmo futebol que encantou o Brasil no primeiro semestre, espera fazer a lição de casa, para abrir uma boa vantagem sobre os baianos, visando o jogo de volta. O segundo e decisivo confronto entre as duas equipes acontecerá no dia 4 de agosto, no Barradão.
Se por um lado, o Peixe precisa atacar para fazer uma boa diferença em seu estádio, por outro, Dorival Júnior sabe que a sua equipe não pode se expor demais contra os baianos. Por isso, o comandante santista deverá definir momentos antes de a bola rolar, se vai jogar no 4-4-2 ou no 4-3-3.
No primeiro esquema, Marquinhos formaria o meio-campo ao lado de Arouca, Wesley e Ganso, com Neymar e Robinho no ataque. Na segunda formação, sem Marquinhos, André ou Marcel podem compor o setor ofensivo ao lado de Neymar e do Rei das Pedaladas. Além disso, o técnico alvinegro terá os desfalques do zagueiro Edu Dracena e do lateral esquerdo Léo, ambos suspensos. Em seus lugares, Bruno Aguiar e Alex Sandro serão escalados, respectivamente.
O Rubro-Negro não poderá contar com o goleiro Viáfara, que está suspenso. No lugar do experiente arqueiro colombiano e capitão do time, o jovem Lee vai receber uma oportunidade. O lateral direito Nino Paraíba, lesionado, também não poderá atuar. O seu substituto será o meia Rafael Cruz.

Felpuda


Depois de se “leiloar” durante meses, e afirmando que estava até escolhendo o município para se candidatar a prefeito, ex-cabeça coroada não só não recebeu acenos amistosos, como também não encontrou portas abertas com tapete vermelho a esperá-lo. 

Assim, deverá pendurar as chuteiras e fazer como cardume em seu pesqueiro: nada, nada...