Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VERBA TRAVADA

Saúde guarda dinheiro enquanto população agoniza

Saúde guarda dinheiro enquanto população agoniza
28/02/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


A Secretaria de Saúde de Campo Grande encerrou 2013 com aproximadamente R$ 43 milhões livres em caixa, verba que deixou de ser aplicada ano passado. A não utilização do dinheiro abriu nova polêmica entre a prefeitura e a Câmara Municipal. Enquanto a verba está “travada”, a população sofre com a falta de atendimento na cidade.

A verba seria usada para reforma e ampliação de unidades básicas de saúde e aquisição de materiais e equipamentos, segundo a Secretaria. Sem o investimento, o campo-grandense continua com problemas para ter acesso ao atendimento médico (veja matéria sobre o tema, nesta mesma página).

A falta de investimento da prefeitura veio à tona na prestação de contas da Sesau, realizada pelo secretário Ivandro Fonseca no início da semana. O próprio chefe da pasta admitiu que os R$ 43 milhões estão em caixa, por problemas burocráticos e de licitação, segundo a administração pública.

“Ele (Ivandro) não conseguiu explicar o motivo do dinheiro não ter sido usado, ainda mais na situação que está a saúde de Campo Grande”, afirmou Carla Stephanini, que acompanhou de perto a audiência com o secretário de Saúde.

Felpuda


Depois de se “leiloar” durante meses, e afirmando que estava até escolhendo o município para se candidatar a prefeito, ex-cabeça coroada não só não recebeu acenos amistosos, como também não encontrou portas abertas com tapete vermelho a esperá-lo. 

Assim, deverá pendurar as chuteiras e fazer como cardume em seu pesqueiro: nada, nada...