Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Sem-terra ocupam sete fazendas no Pontal do Paranapanema

Sem-terra ocupam sete fazendas no Pontal do Paranapanema
08/09/2012 18:15 - agência brasil


Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra da Base ocuparam hoje (8) mais duas propriedades rurais na região do Pontal do Paranapanema, a oeste do estado. Até agora, são sete fazendas ocupadas desde a madrugada de ontem (7). De acordo com o líder do movimento, Luciano de Lima, cerca de 100 famílias participaram em cada uma das ações. Uma das fazendas ocupada é a de Nossa Senhora de Lourdes, na cidade de Junqueirópolis, e outra é Fortaleza, em Iepê.

Os donos de três fazendas conseguiram na Justiça o direito de reintegração de posse. São elas: as fazendas Célia Maria, no município de Marabá Paulista; Clarice, em Iacri e Mondengo, na cidade de Arco-Íris. De acordo com Lima, as famílias de sem-terra vão se reunir na noite de hoje para decidir os rumos do movimento nessas áreas.

As ações, segundo o líder dos sem-terra, fazem parte de um conjunto de medidas aprovadas pelo Fórum Estadual de Luta pela Reforma Agrária, formado por movimentos sociais e entidades sindicais, como a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e os sindicatos dos Metalúrgicos e dos Químicos de São Bernardo do Campo.

Felpuda


Mesmo sabendo que não é fácil conquistar a vitória, alguns políticos em pleno exercício do mandato disputam eleições, querendo trocar o Legislativo pelo Executivo e se dizendo preocupados com as necessidades do município. 

A jogada é antiga: fazem campanha eleitoral antecipada, pois vão tentar a reeleição, e começam a “trabalhar” o nome desde já. É bom lembrar o dito popular: “De boas intenções o inferno está cheio”. Ah, o poder!