Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Show beneficente com Fábio Augusto

Show beneficente com Fábio Augusto
04/03/2010 06:45 -


Fábio Augusto é angiologista e cirurgião vascular. Mas desde a adolescência, o médico cultiva duas grandes paixões: a música e a filant ropi a. Neste sá bado, às 19h30min, ele une as duas, apresentando-se no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, com o show “Coração fiel”, que traz canções compostas pelo próprio médico para o disco homônimo lançado ano passado. A apresentação, que acontece no a n fiteatro Ma nuel de Barros, contará com a participação do violonista Marcelo Loureiro. Procurando ajudar o próximo, o médico-cantor de 41 anos, reverterá toda a arrecadação do show para duas instituições filantrópicas, o centro de recuperação feminino de Campo Grande da Fazenda da Esperança e a Beneficência de Amigos Reunidos para Crianças Amparadas (Barca). Os ingressos custam R$ 15 e podem ser comprados na livraria Paulus e na Betel Center. “As instituições beneficiadas têm projetos em que acredito e acho que merecem esse apoio”, frisa Fábio. Ele afirma que o show será emocionante e repleto de surpresas. “Estamos dando nosso melhor para esse evento. É a primeira vez que organizo algo tão grande, mas acredito que o público não se decepcionará. Vai ser um show diferente”, aposta. As canções do disco “Coração fiel”, tem cunho cristão e trazem mensagens positivas de paz, amor e cuidado ao próximo. Durante a apresentação Fábio vai explicar que a ideia é criar um clima ecumênico, no qual, as pessoas não se sintam excluídas por acreditarem em coisas diferentes. “A principal mensagem do disco é que não existe nada mais divino do que ajudar ao próx imo. Se as pessoas entenderem isso, estarei fazendo minha parte”, alega o médico e músico. A apresentação contará com a participação de uma banda, que acompanhará o show. “Minha música é jovem e é isso que quero deixar explícito, mas existe um apelo familiar muito forte também”, declara. As expectativas do méd ico ca ntor são gra ndes. Depois de t rês meses de produção, ele espera que as pessoas entendam a mensagem e se aproximem do ideal de amor ao próximo. “As pessoas vão sair renovadas desta apresentação”, profetiza.

Felpuda


Nos bastidores, conversas, ou melhor, quase sussurros, dão conta de que compromisso assumido teria prazo de validade se acontecer a vitória de aliado.

A partir de então, o papo passaria a ser bem, mas bem diferente mesmo, pois, com acordo cumprido, novos objetivos passariam a ser fonte dos desejos, e sem nenhuma moeda de troca.

No caso, não haveria mais sequer um fio de bigode. Tipo, cada um na sua.