Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RODOVIA

Traficantes abandonam mais de uma tonelada de maconha

Traficantes abandonam mais de uma tonelada de maconha
07/09/2010 20:54 -


Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) apreenderam 1,2 tonelada de maconha. O fato se deu no contexto da Operação Sentinela, durante policiamento na rodovia MS-156, na região de Caarapó.
Segundo as informações, os policiais deram ordem de parada ao condutor de uma  GM Blazer, cor verde, com placa de Guapiaçu (SP), entretanto, o motorista acelerou o veículo e empreendeu fuga, sendo perseguido pela equipe do DOF.
A Blazer foi encontrada posteriormente, abandonada em uma mata. Depois das vistorias foram achados no interior do veículo vários tabletes de maconha que, na pesagem, totalizaram 1.204 kg da droga.
O condutor do veículo não foi encontrado. A maconha foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Caarapó.

Ônibus
Na rodovia BR-463, região de Ponta Porã, a equipe do Departamento de Operações de Fronteira abordou, para fiscalização, um ônibus intermunicipal com itinerário Ponta Porã/Campo Grande, e, durante vistorias no coletivo, localizou, no interior de uma bolsa de cor preta, cerca de 900 gramas de haxixe. A droga pertencia ao passageiro D.B.S., 19 anos, estudante, morador em Ponta Porã.
Ele informou ter adquirido a droga no Paraguai e que a levaria até Campo Grande. D.B.S. recebeu voz de prisão e foi encaminhado juntamente com o haxixe à Delegacia de Polícia Federal de Ponta Porã.
Ainda no mesmo ônibus, durante checagem junto ao Sistema de Informações do DOF, foi constatado que havia um mandado de prisão em aberto expedido pela comarca de Votuporanga (SP), em desfavor do passageiro M.R.R.G, 35 anos, morador em Aquidauana. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã. (TG)

Felpuda


Partido político está vivendo processo de autofagia cá por essas bandas. Nada de ideologia ou defesa dos interesses dos filiados. O problema, segundo os mais observadores, é que lideranças não se contentaram em ter cada uma o seu pedaço e decidiram tomar conta com exclusividade do espólio, que, aliás, é regado com cifras milionárias. A legenda deverá se transformarem uma máquina de lavar, no caso, cheia de roupas sujas. E dê-lhe!