Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIDADES

Uso de drogas perto de shopping será combatido

Uso de drogas perto de shopping será combatido
12/02/2010 07:57 -


O promotor da Infância e Juventude de Campo Grande, Sérgio Harfouche, convocou para hoje uma reunião com representantes dos organismos policiais para dar uma resposta ao consumo e tráfico de drogas em área externa do Shopping Campo Grande. A reunião está prevista para as 10h, no auditório do Ministério Público. Ontem, o programa Balanço Geral, da TV Record, exibiu imagens da movimentação dos jovens, muitos deles aparentando serem menores de idade, no centro comercial. Os pontos escolhidos, com frequência, são o estacionamento e a praça próxima à sede do Grupo Armado de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras). Aos finais de semana, especialmente às sextas-feiras, a aglomeração nesses locais é intensa. A equipe da emissora de televisão chegou a gravar imagens de rapazes e moças consumindo bebidas alcoólicas, cigarros (provavelmente de maconha) e outras drogas. Uma outra cena, considerada vergonhosa para o local, mostra um casal mantendo relações sexuais, indiferente à circulação de carros nas proximidades. Policiamento O problema no local é antigo e até hoje providência nenhuma havia sido tomada. O cenário deve começar a mudar agora, com a intervenção do Ministério Público. A expectativa é de que, a partir da noite de hoje, o local receba um forte esquema de policiamento, com blitz de unidades policiais como Delegacia de Infância e Juventude, Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente e Polícia Militar.

Felpuda


Lideranças de alguns partidos estão fazendo esforço da-que-les para fechar chapa com o número exigido por lei de 30% do total de vagas para as mulheres. Uma dessas legendas, por exemplo, tenta mostrar a “felicidade” das suas pré-candidatas, mas teme o fracasso, tendo em vista que o “chefe maior” é aquele que já mandou mulheres calarem a boca e disse também que a importância da sua então esposa na campanha eleitoral era porque apenas “dormia com ele”. Ô louco!