Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

Vitória na partida de hoje coloca o Timão entre os primeiros

Vitória na partida de hoje coloca o Timão entre os primeiros
04/03/2010 06:02 -


Quatro dias após a derrota para o Santos, o Corinthians tem a chance de voltar a ser um dos quatro melhores times do Campeonato Paulista. A equipe comandada por Mano Menezes precisa vencer o Botafogo-SP, hoje, às 16h (MS), no Pacaembu, para ingressar na zona de classificação. De acordo com os cálculos do treinador corintiano, o time de Ribeirão Preto é um dos seis concorrentes a uma vaga nas semifinais que a sua equipe enfrentará até o término da primeira fase. “Pelo levantamento, a classificação está em nossas mãos. Mas não podemos desperdiçar chances como essa”, disse o treinador. Mano pretende corrigir as falhas da última partida com sequência de jogos. Porém, não poderá contar com o zagueiro William (contundido) e com o lateral-esquerdo Roberto Carlos (suspenso). O reserva Moacir também foi expulso diante do Santos, e o meia Danilo se recupera de lesão na coxa esquerda. Com isso, os jovens Leandro Castán e Dodô foram promovidos a titulares. Para o Botafogo, o jogo é uma decisão. Tanto que o presidente Luiz Pereira se mostrou preocupado com a pressão do adversário sobre a arbitragem. “As críticas deles ao árbitro que apitou o clássico com o Santos foram muito exploradas. Espero que isso não influencie em nada”, discursou. O time de Ribeirão Preto precisará superar os desfalques para vencer o Corinthians no Pacaembu. O atacante André Néles foi expulso na vitória por 1 a 0 sobre o São Caetano, no último fim de semana. Além disso, o meia João Henrique e o centroavante Malaquias estão suspensos pelo Tribunal de Justiça Desportiva.

Felpuda


Depois de se “leiloar” durante meses, e afirmando que estava até escolhendo o município para se candidatar a prefeito, ex-cabeça coroada não só não recebeu acenos amistosos, como também não encontrou portas abertas com tapete vermelho a esperá-lo. 

Assim, deverá pendurar as chuteiras e fazer como cardume em seu pesqueiro: nada, nada...