Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

33% das empresas de SP pegará empréstimo para pagar 13º

33% das empresas de SP pegará empréstimo para pagar 13º
15/12/2008 12:15 -


     

 

 

A crise de crédito dificultou a vida das indústrias para pagar o 13º salário dos trabalhadores neste fim de ano. Com a desaceleração nas vendas a partir de outubro, cresceu 13 pontos porcentuais, de 20% em 2007 para 33% neste ano, o número de indústrias que vão usar recursos de bancos para quitar o 13.º salário, revela pesquisa da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Essas companhias procuram crédito para financiar boa parte da folha de pagamento: 73,6%.

 

A enquete, que ouviu 543 indústrias do Estado de São Paulo, mostra que 71% das empresas que vão usar financiamento de terceiros consideram que as dificuldades estão maiores hoje em relação ao ano passado. Além de mais difícil, o crédito está mais caro. Das que vão usar os financiamentos, 87% informaram que o financiamento está caro (47%) ou muito mais caro (40%). A pesquisa mostra que 80% das que levantaram financiamentos pagaram pelos juros, em média, 31,4% a mais ante 2007.

 

Com informações do jornal O Estado de S. Paulo

Felpuda


Mesmo sabendo que não é fácil conquistar a vitória, alguns políticos em pleno exercício do mandato disputam eleições, querendo trocar o Legislativo pelo Executivo e se dizendo preocupados com as necessidades do município. 

A jogada é antiga: fazem campanha eleitoral antecipada, pois vão tentar a reeleição, e começam a “trabalhar” o nome desde já. É bom lembrar o dito popular: “De boas intenções o inferno está cheio”. Ah, o poder!