Colunistas

Giba Um

"É o predomínio do capitalismo que gera um cenário mundial de instabilidade, crises, guerra",

guerra e revoltas. O PT e o PC chinês defendem que o socialismo é a alternativa",  de GLEISI HOFFAMANN // presidente do PT em seminário do PC chinês, em Pequim.

Continue lendo...

A Arábia Saudita se tornou o novo destino dos craques de futebol atraindo nomes como Neymar, Cristiano Ronaldo, Benzema, Kanté, Fabinho e Firmino com salários astronômicos e multas rescisórias “generosas”.  A resposta está na principal fonte de renda do país: o petróleo. 


Mais:  o país possui estimado 267 bilhões de barris para exploração, o que representa cerca de 17% das reservas mundiais. Além do petróleo, a Arábia Saudita possui 8,5 trilhões de metros cúbicos de gás natural. O PIB alcança a marca de 833,5 bilhões de dólares, o equivalente a R$ 1,7 trilhão. 


Tudo é consequência


8Aos 26 anos, Bella Campos está na capa da revista Glamour Brasil. Em um bate-papo bem descontraído, a atriz que ganhou fama ao interpretar a Muda no remake de Pantanal e provar seu talento como Jennifer em Vai na fé, ainda não foi escalada para outro trabalho na TV aberta, mas fala sobre as críticas: “Lido com leveza. Percebi que a fama havia chegado mesmo quando as críticas apareceram. Quando é positiva, analiso, vejo se dá para melhorar e abraço a ideia. É impossível fazer um trabalho grande sem críticas”. Com pé no chão ela também revelou sobre os assuntos sobre sua vida pessoal: “É uma consequência. A estrutura da imprensa nacional é pautada em atrelar a vida pessoal do artista com a profissional. Sinto que não é por maldade, é algo que o público se interessa”. Ela também contou que passou por um duro período de ansiedade e que aprendeu: “Hoje, o que levo disso é a sensação de trabalhar mais minha mente para ter mais calma e nunca mais me esquecer da Isabella Campos, mesmo sabendo de toda a proporção e amplitude que a ‘Bella Campos da televisão’ tem”. Ainda este ano Bella deve chegar aos cinemas no filme Cinco Tipos de Medo.

Banco Mundial não acerta uma


O Banco Mundial acaba de divulgar suas previsões para a economia e quem usar suas projeções em estudos e simulações vai perder tempo. A agência carrega um grande histórico de equívocos em suas estimativas. Durante a última década, não acertou nenhuma vez sua projeção para o PIB do Brasil. Somando todas suas estimativas entre 2014 e 2023, o PIB teria um crescimento de 7%: foi de 3,4%. Para efeito de cálculo sempre utilizou a primeira estimativa para dar uniformidade à pesquisa, à exceção de 2020 quando foi computada a primeira revisão após o estouro da covid-19. Exemplos: em 2023, a primeira estimativa para o PIB foi de 0,8% e o que se viu foi um aumento de 2,9%; em 2022, a projeção de 1,5% virou um crescimento de 3%; e em 2021, a agência apontou 3% de crescimento no PIB e deu 4,6%. E as últimas estimativas para o PIB mundial fora de 24% e o aumento beirou os 31%. 


Sempre ele

Nísia Andrade, apesar das mudanças feitas em cargos importantes do Ministério da Saúde e do apoio dado pelo presidente Lula, ainda atravessa um período de fritura movida por parte do Centrão e de alas do PT. Agora, mais uma figura vem atuando para a derrubada de Nísia: ninguém menos do que o ministro Rui Costa, da Casa Civil. Ele tem conversado muito sobre a vacância na Pasta da Saúde com Arthur Lira, um dos líderes do Centrão que, há tempos, cobiça esse ministério. Costa é um dos campeões de antipatia do ministério de Lula. 


Foto nunca vista


A febre de publicar fotos antigas no chamado #TBT que atinge o público em geral, está fazendo com que fotos nunca divulgadas, quase esquecidas em alguma gaveta sejam postadas agora nas redes sociais. Foi o caso do aplaudido fotógrafo, coeditor e cocriador da revista é S/N Bob Wolfenson, que publicou uma foto de Luiza Brunet tirada nos anos 90 em uma das janelas do histórico hotel Copacabana Palace. Por falar em Luiza, dia desses ela disse que apesar de apoiar a participação de sua filha Yasmim no BBB24, ela não participaria de um reality-show: “Jamais participaria de um reality. Acho que é um tipo de exposição, na minha opinião, extremamente desnecessária. Nunca me disponibilizaria a aceitar qualquer valor econômico, em qualquer TV para isso, porque acho muito humilhante você estar todos os dias ali sendo avaliada por uma sociedade que julga, mas também comete crimes”.


In –  Joias com zircônia negra
Out – Joias com zircônia amarelo citrino


Antigos caciques

O PSDB já teve oito governadores depois das eleições de 2010, incluindo Minas Gerais e São Paulo. Hoje, conta com apenas três comandantes estaduais. Para 2026, a aposta da sigla para retomar espaço envolve a volta de veteranos caciques às disputas estaduais, algo também observado nas eleições municipais deste ano. Em São Paulo, não há chance de qualquer resultado bom no curto prazo. Em Minas Gerais, as apostas são no ex-governador Aécio Neves. E em Goiás, o nome é o de Marconi Perillo, adversário de Ronaldo Caiado, em segundo mandato e candidato ao Planalto em 2026.

 

 

 

 

 

 

 

 


Regresso à África

A Andrade Gutierrez quer voltar à África. Está mantendo contatos com o governo de Angola para participar de projetos de infraestrutura no país. Um dos alvos cobiçados seria a construção de uma ferrovia de quase 600 km que ligará o Corredor do Lobito, um dos eixos logísticos de Angola, a Zâmbia. No ano passado, Carlos Souza, CEO da construtora, esteve com Fernando Haddad (Fazenda) pedindo financiamento para contratos em Angola. A Andrade sempre foi bem-sucedida na África. Em 2014, por meio da subsidiária Zagope, operava simultaneamente em dez países.  


Pérola

“É o predomínio do capitalismo que gera um cenário mundial de instabilidade, crises, guerra e revoltas. O PT e o PC chinês defendem que o socialismo é a alternativa”, 
de GLEISI HOFFAMANN // presidente do PT em seminário do PC chinês, em Pequim.

CONSELHEIROS


Neste terceiro mandato – e todos seus assessores e ministros sabem disso – Lula dispensa quaisquer conselhos. Agora, com sua popularidade rolando ladeira abaixo, resolveu voltar a ter contato com antigos conselheiros. Entre eles, Luciano Coutinho, Edinho Silva, Paulo Okamoto, João Paulo Cunha, José Sérgio Gabrielli e outros, a maioria já tendo sido processados em governos anteriores – e alguns até condenados. João Paulo Cunha, à propósito, tem tido seu nome cotado para assumir um ministério. 

Comprovantes


A Secom já distribuiu fotos de Lula fazendo ginástica, andando muito cedo pelas áreas internas do Alvorada e agora aparece jogando bola (no mesmo Alvorada tem um campo de futebol). Seus médicos sempre aconselham que ele pratique algum tipo de movimento para seu corpo, especialmente por sua idade (78 anos). Os bolsonaristas ironizam em suas redes sociais: dizem que o que Lula mais vem fazendo “é ficar mais tempo sem fazer nada”. Mais: quem convenceu Lula a entrar em campo foi – e nem poderia ser diferente – Janja, que achou que o maridão estava engordando. 

O  MAIS LONGEVO


Na semana passada, Lula se tornou o mais longevo a ocupar a cadeira da Presidência do Brasil, ultrapassando Michel Temer que antes detinha o título quando deixou o Planalto em 1º de janeiro de 2019, com 78 anos, 3 meses e 9 dias. Ele deve encerrar seu mandato com 81 anos no fim de 2026. Atras dele e de Temer, estão os presidentes mais velhos Getúlio Vargas (72 anos, 4 meses e 5 dias), Ernesto Geisel (71 anos, 7 meses e 12 dias) e FHC (71 anos, 6 meses e 14 dias). 


"Articuladora"

A primeira-dama Janja da Silva disse exercer papel de “articuladora” no governo e que Lula lhe dá “total autonomia” para que ela possa fazer o que faz. Afirmou ainda que “linha de hierarquia não existe” entre ela e o marido. “Podemos estar em espaços diferentes e conversar com públicos diferentes quando necessário”. A fala aconteceu no sábado (13) numa matéria da BBC sobre as funções de primeiras-damas.


"Ladrão"

O deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) é o novo alvo de inquérito do Supremo Tribunal Federal por chamar o presidente Lula de “ladrão”, em razão de suas múltiplas condenações por corrupção e lavagem de dinheiro. Na Cúpula Transatlântica da ONU, em novembro do ano passado, Nikolas afirmou que Lula “é um ladrão que deveria estar na prisão”.  A determinação para abertura de inquérito é do ministro Luiz Fux, que atendeu pedido da Polícia Federal, que terá 60 dias para cumprir as diligências. 

CUSTÓDIA 

Grande parte dos criminosos que a polícia consegue pôr na cadeia acaba nas ruas logo na audiência de custódia: cerca de 40% da bandidagem. Neste ano, 39.729 presos dormiram na maior, em casa horas depois do cometimento do crime que resultou na breve passagem  pelo sistema prisional. A legislação, por imposição do Conselho Nacional de Justiça, em 2015, obriga “apresentação de toda pessoa presa à autoridade judicial no prazo de 24 horas”. Até agora, em 2024, 65.119 tiveram prisão preventiva decretada.


MISTURA FINA

A CASA Civil, com Rui Costa (sempre ele) responsável pelo  Programa de Parcerias e Investimentos e o Ministério dos Portos e Aeroportos discutem a necessidade de remodelagem dos leilões de terminais pesqueiros públicos. Nenhum investidor quer morder a isca e a primeira licitação foi um fracasso (Terminal Pesqueiro de Natal) e foi suspenso por falta de candidatos. O preço era uma mixaria: R$ 360 mil. Haverá nova licitação em junho e o preço será simbólico: R$ 1. O problema é que ainda tem outros sete terminais pesqueiros na fila. 

ACUSADO de espancar a ex-mulher Natália Schincariol e também de agressões morais, Luis Claudio, filho caçula de Lula, já associou em suas redes sociais o crime de feminicídio a apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro. Em 2022, postou que “era impressionante como em quase todos os crimes de feminicídio havia um bolsonarista envolvido”. E emendou: “É mais uma prova de que a ignorância mata!”. 

A CANDIDATURA de Alexandre Ramalho à prefeitura do Rio, apoiada por todo o clã Bolsonaro, acaba de ganhar um novo e especial apoio: é de Dan Messer, filho de Dario Messer, chamado de “doleiro dos doleiros” e acusado de evasão de divisas. Ele fechou apoio em 2019 em que era obrigado a devolver R$ 270 milhões e teve seus bens confiscados, como seu pai. 

ENTRE acionistas de referência da Vale, a Mitsui é quem mais tem se mexido pela indicação de Walther Schalka para o cargo de CEO em substituição de Eduardo Bartolomeo. Além dos head hunters designados pela companhia, os próprios japoneses vêm conversando diretamente com Schalka desde janeiro. Ele saiu da Suzano em julho deixando para trás números bem respeitáveis. A empresa, sob seu comando, saltou de dois milhões de toneladas de celulose vendidas em 2013 para mais de dez milhões de toneladas no ano passado. 

A VALE enfrenta problemas na área de ESG (Ambiental, Social e Governança), território no qual a companhia é um benchmarking às avessas – vive as tragedias socioambientais de Brumadinho e Mariana. Há pressões de comunidades indígenas contra a atuação da empresa brasileira. O caso mais rumoroso é no distrito de Vischongo, no departamento de Ayacucho. Etnias indígenas alegam que as concessões da Vale na região de Chuku Urqu – Vale 914 e Vale 915, obtidas pela subsidiária Vale Exploration Peru são ilegais, uma vez que teriam sido outorgadas pelo governo federal sem aprovação das autoridades locais. 

Assine o Correio do Estado
 

CLÁUDIO HUMBERTO

"A diferença entre gestor vs. gastador"

Deputada Adriana Ventura (Novo-SP) comparando Tarcísio de Freitas a Lula

24/05/2024 07h00

Continue Lendo...

Lula expõe Lira e Haddad para vetar a própria MP

A decisão de vetar a própria medida provisória, taxando compras em sites que são o xodó de pessoas pobres, mostra como Lula (PT) ficou perdido com pesquisas atestando sua rejeição. Com o veto, ele tenta reverter pesquisas tipo Quaest: 55% dos brasileiros acham que ele não merece ser reeleito. Além de mostrar não saber o que faz ou assina, irritou o presidente da Câmara, Arthur Lira, que, a seu pedido, enfrentou o desgaste de transformar sua MP estúpida na lei que agora quer vetar.

Culpa do Haddad

No Planalto e no Congresso, a estratégia do governo é culpar pelo erro o ministro Fernando Haddad (Fazenda). Até porque a ideia foi dele mesmo.

Puxando o tapete

O maior entusiasta da ideia de Lula vetar a própria MP, que mídia amiga agora chama de “MP do governo”, é o ministro Rui Costa (Casa Civil).

Combo baiano

Com a operação, Rui Costa prega mais um prego no caixão de Haddad, com quem anda às turras, e ainda com chance de “salvar” o chefe, Lula.

Pendurado na brocha

A maior dificuldade de Lira é como dizer aos líderes que o apoiaram na aprovação da lei que Lula irá vetar a própria MP, fato inédito na História.

Apoio de Lula ‘rifa’ Aguinaldo da reforma tributária

Bastou Lula manifestar apoio a Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) para sacramentar a exclusão do deputado do grupo de regulamentação da reforma tributária, criado na Câmara. Ribeiro foi relator e contava estar na segunda fase do projeto. Nos bastidores, se movimenta para suceder a Arthur Lira, de quem já foi rival no PP e apoiou Baleia Rossi (MDB-SP) contra o alagoano em 2021, na disputa para presidir a Câmara. Agnaldo quer o apoio do Planalto que, por ora, prefere Antônio Brito (PSD-BA).

O pecado

Antes de qualquer desenho sobre a regulamentação, Lula disse que Aguinaldo Ribeiro relator “seria ideal”. Acabou ali a chance do deputado.

Nomes demais

Lira tenta viabilizar Elmar Nascimento (União-BA) como sucessor, mesmo desagradando a Lula. A candidatura de Ribeiro não ajuda.

Campanha velada

Não passou despercebido Ribeiro na Comissão de Finanças, nesta semana, no cordão de bajuladores de Fernando Haddad (Fazenda).

Xô, Mantega

Enquanto Lula tenta barganhar o controle da Vale dificultando o acordo de indenização de R$127 bilhões para Mariana (MG), a companhia global (que é privada) contratou a Russel Reynolds, de padrão internacional, para assessorar na seleção do seu futuro presidente.

Gisele é top

Campanha de Gisele Bündchen superou (e muito) a merreca que Joe Biden mandou ao Rio Grande do Sul. São R$6 milhões da modelo contra R$100 mil do americano belicista e também mão-de-vaca.

Aloprados no poder

Ao ver déficit nominal bater os R$380 bilhões, o deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP) lembra que o Brasil não vive uma pandemia, mas diz que o País “tem uma quadrilha gastando igual aloprado”. Aí é dureza!

Lira sobrando

Nem precisava pesquisa, mas a Quaest confirmou na Câmara que Arthur Lira é aprovado pela maioria dos deputados e que ele é quem definirá o próprio sucessor. Influência bem maior que Lula e Bolsonaro somados.

Da memória não apaga

Para o deputado Delegado Ramagem (PL-RJ), a politicagem voltou às estatais federais, com Lula e aval do STF. “Uma vergonha internacional. Anulando tudo da Lava Jato... quero ver apagar a nossa memória”.

Nada a reclamar

Magda Chambriard deve ser referendada hoje como nova presidente da Petrobras. A executiva substitui Jean Paul Prates, que saiu após humilhante demissão por Lula. O salário passa dos R$133 mil.

Embromação

Kim Kataguiri (União-SP) cobrou o ministro Fernando Haddad (Fazenda) que muito falou e pouco explicou na Câmara. “Gostou muito de lacrar”, concluiu o deputado, “mas responder perguntas, que é bom...”.

Lançamento prestigiado

Lançamento do livro de Aldo Rebelo, “Amazônia, 500 anos de cobiça internacional”, contou com ilustre presença do ex-presidente Jair Bolsonaro, que cumprimentou o autor e garantiu um exemplar.

Pensando bem...

...no Brasil, o crime não só compensa como virou investimento.

PODER SEM PUDOR

Oficinas não voam

Afonso Arinos de Melo Franco era ministro das Relações Exteriores de João Goulart e tinha pavor de avião. Certa vez, ao concluir visita a Portugal, ele se despediu do presidente anfitrião, Américo Tomás, que tocou no assunto: “O senhor gosta de avião?” O chanceler admitiu: “Não muito, excelência...” Em lugar de tranqüilizar o visitante brasileiro, Tomás fez um comentário que o atormentaria durante todo o percurso de volta: “É, enquanto eles voam lá em cima, as oficinas continuam cá em baixo...” Afonso Arinos morreu falando mal de Américo Tomás.

Giba Um

"Não me preocupo com a polarização. Foi assim entre PT e PSDB durante muito tempo.

Agora, é entre duas pessoas. Não são nem dois partidos, porque o meu existe e o dele é uma legenda eleitoral", de LULA // sobre a guerra com Jair Bolsonaro.

24/05/2024 05h00

Giba Um

Giba Um Foto: Reprodução

Continue Lendo...

Depois de mais de 50 anos trabalhando, sob contrato, na Globo, a atriz Glória Pires, 60 anos, deixou de ser contratada em janeiro deste ano. Doravante, apenas trabalhos pagos por períodos de gravação (o que já aconteceu com a novela Terra e Paixão).

Mais: nesse período global, em seus tempos de glória, chegou a ganhar R$ 4,8 milhões por ano. Agora, a mesma Globo convidou Gloria Pires para reviver o famoso personagem Odete Roitman no remake de Vale tudo. Ela pediu R$ 2 milhões pelo trabalho e a Globo não topou.

Por mérito próprio

A modelo, estilista e agora empresária Sasha Meneghel, 25 anos, acaba de lançar sua grife. Um sonho desde que foi estudar moda na Parsons The New School, nos Estados Unidos. Sasha conquistou seu espaço aos poucos e apesar de pais famosos (Xuxa Meneghel e Luciano Szafir) conquistou sua marca por mérito próprio. A grife foi batizada de Mondepars, (junção de "monde” que é 'mundo' em francês e pars significa 'fazer parte' em latim). “É uma declaração de pertencimento consciente, uma celebração de nossa conexão com o mundo e nossa responsabilidade em moldar seu destino”. A filha da eterna rainha dos baixinhos contou que participou de todos os processos da criação da marca, desde o logotipo até o produto final. “É fazer tudo com muito tempo para ter espaço para errar e aprender com os nossos erros e com esses processos. Eu sou apaixonada pelos processos de criação. Eu gosto muito de ir até a fábrica, conhecer as pessoas que ficam por trás da roupa que chega até mim”. Mais: as peças são uma reinterpretação dos clássicos da moda, adicionando um toque de streetwear e funcionalidade que tem como inspiração diversos lugares desde livros de moda, até arquitetura. “Queremos desafiar o convencional. Nossas peças são pensadas para serem versáteis, adaptáveis, para refletir a diversidade de estilos e personalidades de quem as veste. Tudo isso influencia nossa estética, nos desafia a explorar novos shapes, novas narrativas”.

Correndo atrás de mais energia

O governo precisa aumentar a importação de energia em caráter emergencial com o objetivo de normalizar o fornecimento ao Rio Grande do Sul. Há duas preocupações: a primeira, mais imediata, é acelerar a religação de mais de 230 mil pontos ainda sem luz no estado; a segunda é garantir o suprimento do insumo para os serviços de reconstrução de instalações de infraestrutura já em curso, na maior parte dos casos são obras viárias conduzidas pelo Exército. O general Tomás Paiva, comandante da Força, tem sido um dos grandes colaboradores no trabalho de recuperação do Rio Grande do Sul e no atendimento à população local. Sem alarde o Exército vem utilizando suas tropas para resgate de desabrigados, construção de pontes temporárias, conserto de estradas e transporte de doações. O ministro Alexandre Silveira (Minas e Energia) vem conversando com a ministra da Indústria, Energia e Mineração do Uruguai para comprar mais energia do país vizinho.

Custo maior

Em relação ao Uruguai, há um porém: no momento além do mercado interno do Brasil, os uruguaios também estão fornecendo energia para Argentina, também procurada pelo governo brasileiro. Traduzindo: é provável que o Uruguai tenha de aumentar sua produção para gerar mais excedente, o que certamente refletirá no preço do insumo comprado pelo Brasil. Contudo, não é hora de fazer muitas contas. É mais um custo que irá para o bloco orçamento das despesas com a recuperação do Rio Grande do Sul, à margem das amarras fiscais.

Festa de São JUão

A ex-advogada, ex-maquiadora, ex-BBB (campeã da edição 21) e agora cantora Juliette Freire, quer mostrar ao Brasil que as festas de São João são muito mais do que caricaturas juninas, vividas em outras regiões fora do Nordeste. “O São João é como se fosse nosso Réveillon, a gente espera o ano inteiro. É uma das melhores partes de mim, formei minha identidade cultural e artística muito nesse lugar. É uma explosão de sentimentos, de alegria, de sensações. Construí isso num lugar muito afetivo”. Ela acaba de gravar um álbum com músicas típicas da festividades juninas, são 15 faixas, com duas músicas inéditas que ganhou o nome de “São JUão”, em referência a seu nome. “Vou fazer esse material audiovisual em meio a um ambiente muito orgânico, com minha família, meus amigos, convidados. Quero mostrar como é uma festa junina do meu jeito, do nosso jeito. Estou falando como é o São João para as pessoas que não conhecem, quero que todo mundo sinta a alegria que a gente sente, ninguém pode morrer sem sentir isso”.

In – Mesas redondas

Out – Mesas quadradas

Identificação

A volta de Marcelo Odebrecht aos jornais e emissoras de rádio e televisão por conta da decisão do ministro do STF, Dias Toffoli que declarou “nulidade absoluta” de todos os processos do empreiteiro, faz relembrar um episódio na área político-judiciaria. Num depoimento oficial, Marcelo identificou Toffoli como “amigo do amigo de meu pai”, numa referência a Lula, na época investigado pela Lava Jato, e o pai, Emílio Odebrecht, de fato, um amigo de longa data do petista.

 

 

 

Holofote negativo

Grupo de ministros do Supremo acha que a derrubada dos atos praticados pela Lava Jato contra a Odebrecht não deveria ter sido tomada por Dias Toffoli de forma individual. Avaliam que a decisão atrai um “holofote negativo” para o tribunal. Ainda que a decisão não tenha anulado a validade do acordo de colaboração premiada do empresário Marcelo Odebrecht, a avaliação de alguns ministros é de que a sentença fragiliza medidas do próprio STF. A delação do empreiteiro foi firmada pela PGR e homologada pela então presidente da Corte, Cármen Lúcia.

PÉROLA

Não me preocupo com a polarização. Foi assim entre PT e PSDB durante muito tempo. Agora, é entre duas pessoas. Não são nem dois partidos, porque o meu existe e o dele é uma legenda eleitoral”, de LULA // sobre a guerra com Jair Bolsonaro.

DE GRAÇA

Avança na Câmara dos Deputados pedido do governo federal para doar dois helicópteros da Polícia Federal ao governo paraguaio, tudo de graça (só o translado custaria R$ 103,6 mil e quem pagará será PF brasileira). As aeronaves poderiam ser empregadas em operações de resgate e recuperação no Rio Grande do Sul, a exemplo dos aviões e helicópteros particulares de Luciano Hang e da presidente do Palmeiras, Leila Pereira. Os helicópteros que deverão ser dados ao Paraguai, modelo 412 Classic, vão ajudar o Paraguai na fiscalização da fronteira com o Brasil.

Chance zero

O vice-presidente do União Brasil, ACM Neto, afirmou a investidores em São Paulo que o caminho para a centro-direita e a direita vencerem as eleições de 2026 é terem candidatura única (a chance é zero). Ele acha que não há espaço para terceira via. “Se houver, as coisas ficam muito mais favoráveis para quem está no governo (para Lula, supostamente, não seu substituto). ACM Neto ainda diz que Jair Bolsonaro “é o maior eleitor desse campo político” e o União tem o governador Ronaldo Caiado entre os cotados (mesmo desconhecido pelo país).

DUPLA EM CAMPO

A Treecorp, acionista majoritária da SAF do Coritiba nega que já venderá parte de seu capital, mas há conversas até com investidores do exterior. A Treecorp tem 90% do capital e já haveria uma oferta de 20%. Juntos nesse negócio, o que surpreende, é o ex-ministro Paulo Guedes e o publicitário Roberto Justus, sócios minoritários e integrante do Conselho da Treecorp. Guedes já pensou até em se associar à Legend Capital, onde Justos também é sócio. O ex-ministro receberia pequena parcela da SAF do Coritiba para abrir as portas e emprestar seu prestígio.

Fusão no saneamento - 1

O interesse da Votorantim em disputar a privatização da Sabesp pode ser o ponto de partida para uma operação ainda maior na área de saneamento. A peça-chave seria a entrada da CPP Investimentos na licitação em parceria com os Ermírio de Moraes, replicando a associação entre ambos já existentes em duas empresas de energia, a Floen e a Auren, que acaba de fechar a compra da AES do Brasil. Em caso de vitória no leilão, a presença dos canadenses abriria o caminho para a posterior fusão entre Sabesp e Iguá Saneamento, do qual a CPP já é acionista.

FUSÃO NO SANEAMENTO - 2

Essa eventual arquitetura daria aos Ermírio de Moraes e seus sócios canadenses o controle de um grupo responsável pela operação de saneamento no maior PIB do Brasil, São Paulo, além de outras 15 concessões que compõem a atual carteira da Iguá. Colocando em números essa nova empresa nasceria com receita líquida de R$ 27 bilhões. E também seria uma forma de acelerar a maturação dos investimentos da Iguá, que sofre prejuízos contínuos (R$ 381 milhões no ano passado).

MISTURA FINA

FAZENDO concorrência com Rui Costa (Casa Civil) para ver quem bajula mais o presidente Lula, o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, que já está atrás de empregos para seus protegidos na Petrobras, avisou Magda Chambriard que “um presidente da companhia deve ter a humildade de saber que quem decide é o presidente da República, pelo fato do governo ser majoritário na empresa”. E acha que Magda tem de ter coragem “para tocar agenda de investimentos priorizados pelo Planalto”, incluído os de seu interesse.

O EX-ministro José Dirceu refez as contas e acha que consegue se livrar de seu último processo ainda em aberto a tempo de se candidatar à deputado federal em 2026. O que, por enquanto, é apenas uma vontade, já ganha opositores dentro do próprio PT. A grande parte da legenda acha que sua candidatura daria fôlego ao discurso bolsonarista e reabilitaria debate dos escândalos de corrupção dos governos petistas. E isso, provavelmente, na mesma campanha de Lula à reeleição ao Planalto.

EM recuperação judicial há menos de 15 dias, a Polishop do empresário João Apolinário, que tem uma dívida de R$ 400 milhões, poderia vender a companhia que já foi oferecida a fundos de investimento e empresas do setor como a Fast Shop. Há dois anos, a Polishop tinha 250 lojas: hoje tem pouco menos da metade (120).

O FILHO do apresentador Gugu Liberato, João Augusto, está celebrando sua formação na Universidade Rollins College, uma das mais prestigiadas do sul da Flórida. Ele cursou Administração de Empresas e Comunicação. A Rollins College oferece mais de 60 cursos e é conhecida por sua excelência academia e ambiente acolhedor para estudantes internacionais. O prestígio vem com custo elevado. Estudar lá pode chegar a R$ 560 mil por ano.

A INBEV enfrenta turbulências no Uruguai. A empresa de Jorge Paulo Lemann, Beto Sicupira e Marcel Telles, virou alvo de políticos locais por conta do enxugamento de suas operações no país. A cervejeira fechou a fábrica de Minas, em Lavalleja, com a demissão de 200 funcionários. A unidade é uma das mais antigas do país, responsável nos anos 30 pela produção da cerveja Patricia. A concorrência com produtos importados é grande e vem mais cortes. Toda a produção será concentrada em Montevidéu.

 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).