Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CRIMINALIDADE

Fim de semana com Blitz reduziu ocorrências de roubo, furto e violência doméstica

Acidentes com vítimas em estado grave também apresentaram redução neste período
03/08/2020 16:18 - Fábio Oruê


Blitz

Blitz realizada no fim de semana colaborou para a redução das ocorrências envolvendo roubo, furtos e até casos de violência doméstica. 

A iniciativa tinha como objetivo auxiliar no combate à Covid-19.  A ação resultou na apreensão de 120 veículos com lacre rompido, chassi adulterado ou sob efeito de álcool.

Conforme divulgou a prefeitura, esses veículos adulterados são, geralmente, utilizados em roubo e furto. 

A operação já apresentou resultados no fim de semana, com a redução do número de roubo e furto, se comparado ao mesmo período da semana passada. O número de registro de ocorrência por furto caiu 33,9% e de roubo, 18,2%.

Um dos casos flagrados foi o de um homem de 37 anos que foi abordado no bairro Moreninhas, no sábado de manhã. A análise dos agentes mostrou a adulteração no motor.

Questionado sobre a remarcação, o condutor disse que teria comprado o veículo por R$ 3 mil no Facebook há cerca de três meses e que o veículo ainda nem estava em seu nome.

A operação também resultou no flagrante de 92 pessoas sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que geralmente acaba em acidente de trânsito, ocupando leitos, fundamentais para salvar vidas na luta contra a pandemia do coronavírus.

A blitz do fim de semana reduziu o número de acidentes com vítimas graves, que são encaminhadas para hospitais, em uma redução de, cerca de, 40%.

Cinco acidentes com vítimas precisando de atendimento médico em hospitais foram registrados no fim de semana passado. Com a operação, este número caiu para três nestes dias de operação (31 de julho e 1º e 2 de agosto).

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA 

Com o fechamento do comércio na semana passada, o número de violência doméstica havia aumentado. Nesta semana, houve redução no número de casos, caindo 34%, se comparado ao fim de semana passado.

 
 

Felpuda


A lista do Tribunal de Contas de MS, com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros de quando exerceram cargos públicos, está deixando muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!