Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ABUSO SEXUAL

Menina de 11 anos fica grávida ao ser estuprada pelo padrasto em Amambai

Com apenas 11 anos, menina está com 25 semanas de gestão e repete caso que aconteceu no Espírito Santo; ela sofreu abusos por cerca de um ano
02/09/2020 19:44 - Da Redação


Apenas 11 anos. Essa é a idade da menina que ficou grávida ao ser estuprada pelo padrasto, de 23 anos, em Amambai, cidade sul-mato-grossense na região de fronteira com o Paraguai. O caso foi descoberta pela mãe da vítima no fim de agosto, vindo a tona agora. O autor do crime já foi preso e a garota recebeu toda assistência necessária.

O caso lembra o da menina de 10 anos que, após quatro anos sendo estuprada pelo tio, ficou grávida dele, no Espírito Santo. A situação revelou os abusos e também mobilizou a sociedade, com intensa cobertura da imprensa e de extremistas religiosos contrários ao aberto. Ainda assim, ela conseguiu abortar, em Pernambuco.

Já a vítima de Mato Grosso do Sul é uma menina indígena que sofria abusos desde os 10 anos. Tudo foi descoberto após a vítima sentir dores na barriga e sua mãe a levar ao médico. Durante a consulta, veio a notícia sobre a gestão de 25 semanas.

A criança revelou os abusos e polícia e Conselho Tutelar locais foram acionados. Na segunda-feira (31) foi emitida a ordem de prisão pela Justiça, só cumprido na terça-feira (1), já que rapaz de 23 anos estava em local incerto. Após ser detido, o estuprador confessou o crime.

Durante a tarde desta quarta-feira (2), a vítima foi acompanhada de sua mãe para participar de depoimento especial na própria comarca de Amambai. Lá, ela foi ouvida pela promotora Nara Mendes dos Santos Fernandes e pela juíza responsável pelo caso.

Há informações extraoficiais de que a mãe da vítima teria apontado pelo desejo de seguir com a gravidez da filha e cuidar da criança que ali nascer. Contudo, nem Polícia Civil, Ministério Público e Poder Judiciário confirmam a informação, já que processo corre em sigilo.

"A vítima está recebendo o devido atendimento médico e psicológico pela rede de proteção. A gestação da menor é regular, não havendo, até o momento, indicação médica de risco de morte", explica em nota o Ministério Público de Mato Grosso do Sul.

 
 

Felpuda


Casal de políticos muito conhecido a-do-ra cargos públicos, e, assim, “um puxa o outro” na maratona política, que inclui disputa de mandatos, direção de órgãos e até mesmo nomeações com prerrogativa de não ter de bater ponto. A nova empreitada agora é conquistar uma das prefeituras do interior. Em caso de derrota, é quase certo que os nomes de ambos deverão aparecer no Diário Oficial antes mesmo do fim deste ano.