Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ASSALTANTE MORTO

Delegacia de Homicídios vai investigar tentativa de assalto a delegado

Bandidos aproveitaram porta destrancada para tentar roubar delegado e sua filha
23/05/2020 11:13 - Daiany Albuquerque


Os bandidos que tentaram rouba o delegado de Polícia Civil Rodrigo Guiraldelli Yassaka, durante a noite de sexta-feira (22), em Campo Grande, aproveitaram o momento em que o carro do delegado estava destrancado para anunciar a tentativa de assalto.

Na ação, o delegado acabou reagindo quando um dos assaltantes tentou abrir a porta onde estava a filha dele. Um dos rapazes acabou morto e o outro conseguiu fugir.

O caso foi atendido pelo delegado Reginaldo Salomão, da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), que acompanhou a perícia no local, entretanto, o fato não será investigado por ele. Isso porque até o ano passado Yassaka era chefe da Derf.

Apesar de o caso ter sido foi registrado como roubo majorado pelo concurso de pessoas e emprego de arma branca e morte decorrente de intervenção policial, ele será investigado pela Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios (DEH).

Conforme nota da Polícia Civil, o delegado estava no interior do seu carro e, no momento em que sua filha entrou no carro, foi abordados por dois homens, que cercaram o veículo. Um dos suspeitos chegou a abrir a porta do motorista, onde o policial estava, e, com uma faca, anunciou o crime.

Logo após isso, o outro rapaz tentou abrir a porta do passageiro, onde estava a filha do policial, momento em que o delegado efetuou dois disparos, que atingiu um dos homens. O segundo autor conseguiu fugir.

 

Felpuda


Sindicalista defende o fim de mordomias e privilégios dos políticos e dos integrantes de outros Poderes, conforme divulgação feita por sua assessoria. Para ele, está na hora de se colocar um basta nessa situação, questionando, inclusive, o número de parlamentares e de assessores. Entretanto, não demonstra a mesma aversão por aqueles dirigentes de sindicatos que se perpetuam no poder e que comandam mais de uma entidade, assim como ele. Afinal, o exemplo deve vir de casa, né?