Clique aqui e veja as últimas notícias!

TRÁFICO

DOF apreende 74 quilos de pasta base de cocaína no interior do Estado

A ação ocorreu em virtude da Operação Hórus, que deu prejuízo de R$ 341 milhões aos criminosos em 2020
18/02/2021 08:46 - Gabrielle Tavares


Departamento de Operações de Fronteira (DOF) apreenderam na tarde de quarta-feira (17), 74 kg de pasta base de cocaína na rodovia MS-338, região de Santa Rita do Pardo.

A carga estava em carro Citroën Aircross, de cor branca, carregado com 73 volumes prensados da droga. 

Os agentes conseguiram localizar o contrabando após pararem um veículo na barreira policial, conduzido por um homem de 24 anos, que admitiu ter sido contratado como batedor de estrada, repassando informações sobre o policiamento na rodovia.

Últimas notícias

O carro com a droga o seguia, carregado com o entorpecente em um fundo falso. A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia da Polícia Civil de Santa Rita do Pardo, onde os dois homens permaneceram à disposição da Polícia Judiciária.

A ação ocorreu em virtude da Operação Hórus, parceria da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública com o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Serviço_ dúvidas, reclamações e denúncias anônimas podem ser feitas ao DOF através do telefone 0800 647-6300. Não é necessário se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

Operação Hórus deu prejuízo de R$ 341 milhões a criminosos

A atuação conjunta das forças policiais de Mato Grosso do Sul em 2020 impôs um prejuízo de R$ 341,8 milhões aos criminosos que atuavam no território do Estado. Os recursos têm origem em apreensões de drogas e de cigarros em volume recorde, indica o Ministério da Justiça, que gerencia a Operação Hórus.

As apreensões de cigarro somaram 14,08 milhões de pacotes até julho do ano passado. Isso significa uma média mensal de 2,3 milhões de pacotes apreendidos ou média de 77,8 mil pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai confiscados por dia.

Por causa do alto volume de apreensões de cigarros contrabandeados, o Ministério da Justiça contabiliza outro importante montante: R$ 66,9 milhões de prejuízo evitado aos cofres públicos.

Assine o Correio do Estado