Polícia
DENÚNCIA

Ex-delegado de Ponta Porã, Patrick Linares, se torna réu na Operação Codicia

O Gaeco, que deflagrou a força-tarefa no fim de abril, ainda denunciou mais 10 servidores envolvidos em esquema de corrupção

Ana Clara Santos

18/05/2022 19:08

Alvo da Operação Codicia, do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco-MS), o ex-delegado de Ponta Porã, Patrick Linares da Silva se tornou réu no processo decorrente das investigações. De acordo com o processo, ele é acusado de associação criminosa, peculato e desvio de dinheiro público com concurso de agentes.

Além do delegado afastado, ainda foram denunciados os investigadores Adriana Jarcem da Silva,Márcio André Molina, Elvis Elir Camargo Lima, Mauro Ranzi, bem como o escrivão Jonatas Pontes Gusmão.

O Gaeco ainda apresentou denúncia contra o escrivão Rafael Salles, o perito Rogério Ocampos, e contra o policial aposentado Valdenei Peromalle. Além deles, também se tornaram réus Paulo de Tarso Kobal e Sérgio Eduardo Vieira. 

Assim como Linares, os demais réus são acusados de crimes de associação criminosa, corrupção ativa e passiva qualificada com concurso de agentes, peculato e desvio de verba pública.