Clique aqui e veja as últimas notícias!

DECISÃO

Ainda hoje juiz determinará se Fahd Jamil pode ou não cumprir prisão domiciliar

O Ministério Público exigiu que Fahd pague fiança de 10 milhões ao Gaeco e use tornozeleira eletrônica
02/06/2021 17:40 - Thais Libni


Pedido de prisão domiciliar realizado pela defesa de Fahd Jamil está sendo analisado pelo juiz da 1 ª Vara Criminal de Campo Grande, Roberto Ferreira Filho e deve ser respondido ainda nesta quarta-feira (2).

Para ser liberado para prisão domiciliar, o "Rei da Fronteira" deverá  pagar uma fiança de R$ 10 milhões ao Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco), fazer o uso de tornozeleira eletrônica e residir em Campo Grande, informou o advogado de defesa André Borges.

Últimas Notícias

Ainda de acordo com Borges, o pedido foi feito devido ao estado debilitado de seu cliente de 79 anos, que apresenta várias complicações pulmonares graves, cardíacas, além de ter realizado uma cirurgia na carótida nos últimos dias.

“Fahd Jamil é idoso e tem a saúde bastante debilitada, razões que levaram o judiciário a autorizar cirurgia de urgência que ele precisou fazer na carótida”, disse a defesa.

Fahd Jamil está preso na Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros (Garras) desde que se entregou no dia 19 de abril.