VULNERÁVEL

Ladrões usam drone para invadir condomínio de luxo e furtar jóias e relógios

É o segundo transtorno dentro do condomínio Damha em uma semana
09/02/2020 13:23 - Eduardo Miranda


 

Uma semana depois de um morador do condomínio fechado Damha 3 ter causado transtorno aos outros moradores fazendo manobras arriscadas nas ruas do local com sua BMW Z4 conversível, agora foi a vez dos moradores do Damha 1 ficarem apreensivos. No sábado (8) ladrões conseguiram entrar no condomínio para furtar uma das casas do local. Os criminosos teriam utilizados drones para verificar o movimento na residência e no condomínio, e teriam entrado pela mata que divide o condomínio do residencial Oiti, na região leste de Campo Grande. 

Em comunicado dirigido a outros moradores, a administração do condomínio confirmou o furto, avisou os moradores que já procurou a polícia, e que a equipe de segurança já “foi acionada para eventuais adequações operacionais”. A segurança é um dos principais fatores que motiva a proliferação de condomínios horizontais. Por causa dela, muitos dos moradores não se preocupam com cercas elétricas, e em trancar todas as residências.  

A Polícia Civil esteve no local ainda na tarde deste sábado, e realizou perícia na residência invadida, bem como no possível caminho utilizado pelos criminosos para praticar o furto. Pessoas que tiveram acesso à investigação, e que pediram para que a identidade não fosse revelada, contaram ao Correio do Estado que os criminosos teriam saído da casa com pelo menos duas malas de viagem cheias de objetos de valor, como por exemplo, jóias e relógios.  

“A administração tomou algumas providências, como aumento do efetivo e da vigilância que, infelizmente, não foi suficiente para bloquear o ocorrido, motivo pelo qual outras ações serão realizadas”. 

 
 

ZERINHO

Na madrugada do dia 1º de fevereiro, foi um morador do condomínio que causou problemas. A bordo de sua BMW Z4 que custa mais de R$ 300 mil, ele efetuou manobras arriscadas em alta velocidade (os zerinhos). O morador já acumula mais de R$ 10 mil em multas. “Coloca em risco a vida dos vizinhos”, disse um dos moradores do condomínio na ocasião.  

A exibição de manobra perigosa, também comumente chamada de direção perigosa, é infração gravíssima prevista no artigo 175 do Código de Trânsito Brasileiro, com a seguinte redação: “utilizar-se de veículo para demonstrar ou exibir manobra perigosa, mediante arrancada brusca, derrapagem ou frenagem com deslizamento ou arrastamento de pneus”.

A penalidade para quem for flagrado fazendo tal exibicionismo é multa por infração gravíssima multiplicada por dez, o que atualmente totaliza R$ 2.934,70; suspensão do direito de dirigir e apreensão do veículo.

 
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".