Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TRÁFICO

Apreensão histórica de R$50 milhões é incinerada em Dourados nesta quarta-feira

Mais de 33 toneladas de maconha, apreendidas no dia 26 de agosto, foram destruídas
02/09/2020 13:26 - Gabrielle Tavares


A maior apreensão de drogas já registrada no Brasil está sendo incinerada nesta manhã (2), no município de Dourados.

A operação é realizada pelo Departamento de Operações de Fronteiras (DOF), nas dependências de uma farinheira localizada no Distrito Industrial. Representantes do Ministério Público Estadual e membros da vigilância sanitária de Dourados acompanham a incineração.

Estão sendo destruídas as 33, 3 toneladas de maconha apreendidas no dia 26 de agosto, no município de Maracaju, localizado a 158 km de Campo Grande.

 
 

Policiais da DOF avistaram o caminhão bitrem em uma estrada vicinal que dá acesso à rodovia MS-166, que liga o município à fronteira com o Paraguai, em Antônio João.

Ao perceber a abordagem, o condutor abandonou o veículo e fugiu para a mata às margens da estrada. Outros dois homens, que atuavam como batedores de estrada, foram presos.  

A estimação do valor da carga apreendida é superior a R$ 50 milhões. O caminhão estava completamente carregado com a droga e, ao contrário do que ocorre em outras ações, a carga não estava escondida.

Antes dessa ação, o antigo recorde era de 20 toneladas, também apreendidos em Mato Grosso do Sul, na operação realizada pela Polícia Rodoviária Federa (PRF) na região de Iguatemi, em maio.

 
Incineração realizada nesta manhã (2) - Divulgação/DOF
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!