ANTIGA RODOVIÁRIA

Número de moradores de rua cai após operação, diz PM

Serão abertos 20 leitos psiquiátricos para internação dessas pessoas
13/02/2020 14:39 - Camila Andrade Zanin


 

Nesta quinta-feira (13) aconteceu mais uma fase da Operação Laburu na antiga rodoviária, em Campo Grande. Com números relevantes, o tenente-coronel do 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM) Claudemir Domingos de Melo afirma que o acúmulo de pessoas no local diminuiu de forma considerável desde a primeira fase, em setembro do ano passado.

“Quando começamos no final de 2019, tinha mais de 300 pessoas aqui. Agora a quantidade que achamos hoje foi um número reduzido para 40 pessoas”. O tenente-coronel explica ainda que essas pessoas já estão doentes e consumidas pela droga. Isso acaba por perturbar não só de forma física, mas também psicologicamente os moradores da região.

Uma pessoa foi presa hoje. O rapaz que não foi identificado é usuário de drogas, já é conhecido na região, e portava consigo uma quantidade considerável de pasta-base. “Nós não vamos deixar nem usuário agora. Vamos levar, tem que levar, tem que ser registrado e conduzido para a delegacia de polícia” afirma Claudemir.

O tenente-coronel Claudemir afirma que a segurança tem que ser restabelecida e lamenta. “Encontramos uma menina de 14 anos de idade hoje aqui em um estado deplorável. Uma criança praticamente. Vamos encaminhá-la para a Depca [Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente] onde ela será tratada com os devidos cuidados”.

Existem outros locais que precisam deste tipo de abordagem, assim as operações continuarão não apenas uma vez por semana, mas todos os dias em diferentes locais da capital. Entretanto, não é possível revelar antecipadamente onde serão esses focos de acordo com Claudemir. “São lugares que precisam da atuação policial, algumas pousadas, algumas casas, alguns lugares que tem concentração de usuário e traficantes, onde acontecem roubo e furto para trocar por drogas”.

PARCERIA

Através de uma parceria do Conselho de Segurança, 1º BPM e Santa Casa serão abertos 20 leitos psiquiátricos para internação dessas pessoas que precisam de guarda e cuidados específicos. Das 40 pessoas achadas hoje na antiga rodoviária, pelo menos 20 delas serão conduzidas e internadas na Santa Casa.

O tenente-coronel ressalta que a ação de levar essas pessoas, mesmo que de forma involuntária para um tratamento é necessário “Voluntariamente eles não irão e agora chegou a hora do estado colocar a não nestes doentes, que infelizmente não deixam de cometer crimes”.

 
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".