Clique aqui e veja as últimas notícias!

TRÁFICO

Polícias do Brasil e Paraguai atuam para combater supersafra de maconha na fronteira

Polícias especiais dos dois países se unem para destruir acampamento de traficantes
18/08/2020 10:00 - Thiago Gomes


Operação internacional que mobiliza as polícias do Paraguai e do Brasil, com etapa iniciada nesta segunda-feira, está combatendo a produção e a colheita de uma supersafra de maconha no país vizinho. 

Para os policiais, a ação dos narcotraficantes é também uma movimentação da droga represada nesses tempos de pandemia do novo coronavírus, tanto de um lado da fronteira quanto do outro.

Em decorrência disso, nesta segunda-feira um grande contingente de agentes especiais e integrantes das Forças Especiais da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), com apoio de equipe de helicópteros da Polícia Federal do Brasil, se instalou em Pedro Juan Caballero. 

A intenção, usando essa região como base, é executar mais uma fase a Operación Nova Aliança 22, que busca atacar os principais centros de produção e manipulação de maconha na fronteira e ao mesmo tempo atacar fortemente a estrutura econômica do tráfico no Paraguai.

Com a chegada dos helicópteros Federal, que colaboram com a Senad, já tiveram início as incursões das equipes táticas por terra, especialmente nas áreas de mata, com destaque na localidade conhecida como Chiriguelo.

Já no primeiro dia da operação, foram localizados e destruídos dois acampamentos de traficantes e 2,2 toneladas de maconha colhidas recentemente.  

De acordo com as informações, os antidrogas eliminaram 19 hectares de plantações de maconha, que correspondem a pelo menos 57 toneladas da droga.