Clique aqui e veja as últimas notícias!

COCAÍNA DA BOLÍVIA

Polícia Federal desmantela quadrilha que trazia cocaína da Bolívia

Traficantes movimentavam três toneladas de cocaína vinda do país vizinho por mês
02/12/2020 11:01 - Glaucea Vaccari


A Polícia Federal cumpre cinco mandados de prisão preventiva e 19 de busca e apreensão em operação que visa desmantelar quadrilha especializada em tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro, em Mato Grosso do Sul e no Espírito Santo. 

Além dos mandados, foram sequestrados R$ 11 milhões em bens móveis e imóveis da organização criminosa. 

Acompanhe as últimas notícias

Operação, denominada Areia Branca, tem alvos em Corumbá e Campo Grande, no Estado, e Vitória, Serra e Itapemirim, no Espírito Santo.  Os mandados foram expedidos pela 5ª Vara Federal de Campo Grande.

Durante o cumprimento dos mandados, pelo menos quatro armas foram apreendidas em Campo Grande e montante de dinheiro em Vitória (ES), além de cocaína e maconha.

Conforme a Polícia Federal, investigações tiveram início em 20018, após denúncia de que um traficante de drogas, listado na época como um dos seis narcotraficantes mais procurados no País, estaria na Bolívia, de onde comandava envio mensal de três toneladas de cocaína para o Brasil, a partir da região do Chapare boliviano.

Durante investigações, denúncias se confirmaram e o criminoso foi localizado na Bolívia, junto com sua esposa, que também estava foragida do Brasil.

A cocaína era enviada da Bolívia e chegava no Brasil principalmente por meio de aeronaves de pequeno porte. Posteriormente, já em solo brasileiro, o transporte era feito em caminhões, que seguiam para várias cidades do interior de diversos estados.

O destino principal da cocaína era a Europa, sendo a droga embarcada ilegalmente dentro de navios de carga, em portos brasileiros.

No período das investigações, houve duas apreensões que foram vinculadas ao grupo criminoso, sendo um flagrante no dia 6 de novembro de 2017, com apreensão de mais de meia tonelada de cocaína em Viana (ES), escondidas em uma carreta com carga de milho.

A outra grande apreensão ocorreu em 23 de abril de 2018, em Carauari (AM), de 458 quilos de cocaína, com a prisão de quatro pessoas que transportavam o entorpecente em uma aeronave vinda da Bolívia.

O nome da operação faz referência a um areeiro em Corumbá de propriedade da organização criminosa, que servia de fachada, entre outras empresas, para a lavagem de dinheiro decorrentes do tráfico internacional de drogas.  

 
 
Armas foram encontradas em Campo Grande - Divulgação