Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

OPERAÇÃO CEUCI

Polícia Federal e Ibama investigam crime ambiental no Pantanal de Mato Grosso do Sul

Mandados de busca e apreensão são cumpridos contra suspeitos de desmatar reservas naturais e invadir terras indígenas
21/10/2020 09:28 - Gabrielle Tavares


Polícia Federal deflagrou nesta manhã (21) a Operação CEUCI, que investiga crimes ambientais em terras da União, em áreas da Reserva Indígena Kadiwéu, localizadas na região pantaneira de Mato Grosso do Sul.

O Exército Brasileiro disponibilizou aeronaves para auxiliar na operação, que também conta com o apoio de servidores do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Os 110 policiais cumprem 30 mandados de busca e apreensão, nos municípios de Miranda, Bodoquena e Campo Grande. Os documentos foram expedidos pela 5ª Vara da Justiça Federal de Campo Grande.

As investigações foram iniciadas em junho de 2019. Os suspeitos são acusados de ocupar e explorar áreas indígenas, além de cometer crimes ambientais decorrentes de desmatamento.

Com as ações de hoje, a PF pretende identificar os ocupantes das referidas áreas, as atividades econômicas que eram desenvolvidas e a existência de danos ambientais.

O nome da Operação CEUCI faz referência uma deusa protetora das lavouras e moradias dos povos indígenas.

“A Polícia Federal ressalta que, em razão da situação de pandemia da Covid-19, foi planejada uma logística especial de prevenção ao contágio, com distribuição de EPIs a todos os envolvidos na missão, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas, investigados e seus familiares”, declarou a PF, em nota.

 
 

Felpuda


Racha em entidade religiosa teve péssimas consequências eleitorais na disputa por vagas na Câmara Municipal de Campo Grande.

O quiproquó, também, digamos, com nuance familiar, provocou estragos da-que-les.

Aí, como consequências, fez com que quem está não conseguisse votos suficientes para permanecer em 2021-2024 e quem estava fora tentando retornar ficasse à beira do caminho. 

Como se vê...