Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FRONTEIRA

Polícia intercepta veículos e apreende mais de 29 mil pacotes de cigarros contrabandeados

Foram encontrados na mesma carga, 1.700 litros de agrotóxicos
19/02/2020 08:42 - Bruna Aquino


 

Durante operação Hórus realizada para combater o tráfico e contrabando na fronteira e cidades vizinhas, policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) recuperaram dois veículos furtados e apreenderam mais quatro, na tarde desta terça-feira em Bonito, região sudoeste de Mato Grosso do Sul. Os veículos, sendo um deles uma carreta, estavam carregados com 29.300 pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai e 1.700 quilos de agrotóxicos. 

Os policiais militares do DOF foram informados de uma grande movimentação de veículos, com placas de outros estados próximo a um assentamento na zona rural do município. 

Em uma chácara dentro do assentamento, os policiais localizaram cinco veículos de pequeno porte e uma carreta, estacionados. Ao se aproximarem, algumas pessoas correram e fugiram para um matagal e não foram localizadas.

O proprietário da chácara contou que recebia determinada quantia em dinheiro para guardar os veículos por alguns dias, e que depois iriam para Goiás. Ele contou que fazia o esquema há mais de seis meses.

De acordo com o DOF, os policiais foram até um hotel da cidade e localizaram o homem responsável em conseguir o local para guardar o material contrabandeado do Paraguai.

Durante a checagem dos seis veículos, os policiais descobriram que a S10 e o Renault Duster tinham registro de roubo. 

Ao todo duas pessoas foram presas e a ocorrência foi entregue à Polícia Federal em Campo Grande que vai investigar o caso.

 

 
 

Confira o vídeo:

 
Polícia intercepta veículos e apreende mais de 29 mil pacotes de cigarros contrabandeados - Reprodução/DOF
 

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.