Clique aqui e veja as últimas notícias!

OPERAÇÃO LA CATEDRAL

Policiais penais vendiam de bebidas a facilitação de fuga em presídio do Estado

Cinco policiais penais foram presos durante operação da Dracco em Mato Grosso do Sul
06/01/2022 12:02 - Glaucea Vaccari


Cinco policiais penais foram presos por beneficiarem presos, desde facilitação de entrada de celulares e bebidas a auxílio em fugas, mediante pagamento de propina, em Ponta Porã.

A prisão ocorreu na manhã desta quinta-feira (6), durante a Operação La  Catedral, desencadead pelo Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco), em repressão a crimes de corrupção e correlatos.

Conforme a Dracco, investigações apontaram a existência de uma organização criminosa integrada por policiais penais no Presídio Ricardo Brandão, em Ponta Porã.

Eles eram envolvidos na prática de diversos crimes, como corrupção passiva, concussão, favorecimento para entrada de celulares, entre outros.

A apuração gira em torno de, ao menos, 19 crimes que tinham envolvimento dos policiais, como organização criminosa, corrupção passiva, concussão, favorecimento para entrada de celulares, entre outros.

Os policiais recebiam propinas para conceder regalias aos presos.

Entre as regalias estavam trocam de celas e setores, entrada e comercialização dentro do presídio de de bebidas alcoolicas, carnes,  drogas e celulares.

Eles também vendiam “estadia” em celas especiais, com projeto de móveis planejados, chuveiro elétrico, alimentação diferenciada e demais regalias, sem passar por revistas ou regalias.

Ainda consta o uso de mão de obra de presos, por parte dos policiais, para fins particulares.