Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CRIMES EM QUEDA

Roubos em vias públicas caem 21,1% em MS, diz Sejusp

Por outro lado, feminicídios não tiveram alteração nos números
15/11/2019 11:12 - ADRIEL MATTOS


 

Os índices de criminalidade em Mato Grosso do Sul apresentaram quedas de janeiro a outubro deste ano, segundo dados da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). No caso dos roubos em vias públicas, por exemplo, houve redução de 21,1% no número de registros em relação ao mesmo período de 2018.

A principal queda é de latrocínios (roubos seguidos de morte), que apresentaram uma diminuição de 47,6% no estado, sendo registrados 11 casos, enquanto na Capital esse percentual é ainda maior 77,8% – duas ocorrências em 2019 e nove em 2018. Os roubos em comércios caíram 32,4%, sendo registradas 303 ocorrências em 2019. Logo depois estão os roubos de veículos com uma redução de 29,7%, passando de 639 registros para 449 em 2019. Quanto aos delitos ocorridos em residências, as estatísticas apontam que o índice caiu 19,1%.

Também houve uma redução de 14,2% dos homicídios dolosos (quando há intenção de matar), em relação ao ano passado. Na Capital, foram 77 mortes em 2018 e 57 em 2019, ou seja, uma queda de 26%. Nestes dez meses, outro delito que apresentou queda foram as ocorrências de homicídios culposos no trânsito em todo o estado (-10,9%).

Dos 12 crimes monitorados constantemente pela secretaria o feminicídio foi o único que não apresentou redução, sendo registrados 25 em 2019 e o mesmo número em 2018. Em Campo Grande foram cinco óbitos registrados nestes dez meses.

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!