Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

INTERIOR

Servidora da Receita Federal desviava mercadorias apreendidas, diz Polícia Federal

Funcionários desviavam mercadorias apreendidas pelo órgão, investigação é feita por policiais de Naviraí
02/10/2020 09:48 - Gabrielle Tavares


Investigação de uma servidora da Receita Federal do Brasil (RFB) resultou em sete mandados de busca e apreensão.

Parte deles realizados no fim da tarde de ontem (1º) pela Polícia Federal, no município de Mundo Novo, localizado a 462 quilômetros de Campo Grande, próximo a fronteira com o Paraguai.

A Operação Warehouse, como foi chamada pelos policiais, começou depois que colegas da servidora a denunciou por desvio de mercadorias apreendidas pela Receita Federal.  

Após ser surpreendida pelos companheiros de trabalho no momento em que agia no Depósito da RFB de Mundo Novo, foi presa em flagrante e o caso passou a ser investigado pela Delegacia da Polícia Federal em Naviraí.

Foram expedidos sete mandados, dois deles cumpridos na semana passada (30) e os outros cinco na quarta-feira (1º).  

Os alvos dos mandados consistiam em residências particulares e de outros servidores da Receita Federal, além das salas utilizadas por eles na Inspetoria da RFB em Mundo Novo.

 
 

WAREHOUSE  

O nome dado à operação significa “depósito” em inglês, o local de onde foram furtadas as mercadorias apreendidas pela RFB e desviadas pelos suspeitos.

A ação da Polícia Federal contou com apoio do Ministério Público Federal e também da própria Receita Federal.

 
Policiais no momento das buscas - Divulgação
 

Felpuda


Comentários ouvidos pela “rádio peão”, em ondas curtas, são de que figurinha só ganharia apoio dos colegas caso pessoa agregada fosse “curtir a aposentadoria” de uma vez por todas. Como seu acordo político acabou naufragando nesta campanha, agora dito-cujo estaria querendo recuar e não ceder o lugar. 

Isso até poderia acontecer, se não fosse a sua, digamos, eminência parda. Afe!