Polícia
FRONTEIRA

Suspeita de bomba que mobilizou polícia em Ponta Porã era confete para festa

Artefato suspeito em loja de Ponta Porã, mobilizou polícia e isolou quarteirão por quase três horas

Patrícia Dapper

21/03/2022 15:05

O cheiro de pólvora não deixava dúvidas sobre a suspeita de tratar-se algo explosivo, ainda mais na região de fronteira, onde atentados e assassinatos são frequentes.  

Mas depois de três horas de trabalho, e de manter um quarteirão inteiro isolado, equipes policiais de Ponta Porã, cidade distante 320 quilômetros de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai, abriram a encomenda com suspeita de conter explosivos em seu interior recebida por uma comerciante e encontraram artefatos para festa.  

Sim, era um estouro de confete, mas o suficiente para deixar todos assustados.

O pacote foi entregue via Correios à proprietária de uma loja de roupas localizada na rua Duque de Caxias e, por exalar forte cheiro de pólvora, levantou suspeitas na comerciante e também nas equipes policiais que foram acionadas.