Clique aqui e veja as últimas notícias!

FRONTEIRA

Suspeitos de facilitar fuga em massa são levados para Assunção

Ex-diretor presídio e chefe de segurança são suspeitos de deixar 75 integrantes do PCC escapar
31/01/2020 21:54 -


 

O ex-diretor da Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero, Cristian Gonzáles, e o ex-chefe de segurança, Arnaldo Mathias Baez, foi transferido para um presídio em assunção. Ele comandava o presídio da cidade localizada na fronteira, quando houve uma fuga em massa na madrugada de domingo, 19 de janeiro.

Além de Gonzáles, informou o jornal paraguaio Última Hora, também foi transferido o ex-chefe de segurança da unidade, Arnaldo Mathias Baez.

Os outros 29 servidores paraguaios presos por suspeita de facilitação de fuga, continuam detidos em Pedro Juan, informaram os jornais do país vizinho.

Todos os 75 fugitivos são ligados à organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). Até ontem, somente dez haviam sido capturados pelas polícias do Brasil e do Paraguai.

Ronald Francisco Brítez López (20), Eduardo Alves da Cunha (31), José Enrique Ullón Duarte (27), Orlando Manuel Torres Vera (22), Sabio Darío González Figueredo (25), Cristhian Javier Vera (25), Derlis Marquez González (21), Del Rosario Gómez Armoa (43), Francisco Javier Peralta Esquivel (29) e Mauro Vieira (26).