Clique aqui e veja as últimas notícias!

INCÊNDIO

Tenda de vacinação pega fogo após curto-circuito na Capital

Há suspeita que um furto de fiação possa ter causado incêndio
15/04/2020 13:49 - Adriel Mattos, Bruna Aquino


 

Uma tenda instalada na Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Santa Carmélia, em Campo Grande, pegou fogo durante a madrugada desta quarta-feira (15). Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) informou que um curto-circuito pode ter causado o incêndio.

Há a suspeita também de parte da fiação elétrica do prédio ter sido furtada. O Corpo de Bombeiros foi acionado e gastou 500 litros de água para conter chamas. Devido à suspeita de furto, o caso foi registrado na Polícia Civil.

A vacinação contra a gripe segue normalmente, já que hoje se encerra a primeira etapa, que contemplou idosos e profissionais da saúde.  

CAMPANHA

O Ministério da Saúde antecipou a vacinação neste ano devido à pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Mesmo que essa vacina não imunize contra o vírus, o objetivo é facilitar os diagnósticos.

Na segunda etapa, que começa na quinta-feira (16), além dos caminhoneiros,  doentes crônicos, profissionais das forças de segurança e salvamento, motoristas de transporte coletivo e portuários, além de detentos e adolescentes em medida socioeducativa. Neste grupo, não entram os taxistas e motoristas de aplicativo.

Professores da rede pública e privada, que estavam no grupo da segunda fase, vão ser vacinados na próxima etapa, que começa em 9 de maio. Além desses profissionais, serão imunizadas nesta etapa crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, adultos entre 55 a 59 anos de idade e pessoas com deficiência.