Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OPERAÇÃO HÓRUS

Em operação, DOF apreende mais de três toneladas de maconha em carreta que seguia para Caarapó

Condutor alegou que buscaria uma carga de açúcar em Caarapó, com destino a Santa Catarina
26/09/2020 11:20 - Alicia Miyashiro


Na manhã de ontem (25), os Policiais Militares do Departamento de Operações de Fronteira (DOF), apreenderam uma carreta baú de cor branca, que carregava 3.200 quilos de maconha, a placa do veículo era oriunda de Santa Cecília (SC).

A ação aconteceu em razão da Operação Hórus, durante um patrulhamento ostensivo na rodovia MS–156, região de Caarapó, a 273 quilômetros de Campo Grande.

O condutor, ao ser parado pelos militares, disse que seu destino era Caarapó, onde buscaria uma carga de açúcar e levaria até Santa Catarina.

Durante a fiscalização, os policias notaram um forte odor da droga, que foi encontrada em um fundo falso no baú da carreta.

Para retirar todo o conteúdo da estrutura metálica do veículo, foi necessária a ajuda de uma equipe do Corpo de Bombeiros do município de Dourados, ao final, foram confiscados 204 fardos prensados de maconha.

O caso foi registrado e entregue na Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron), em Dourados. 

O homem, de 39 anos, permanecerá a disposição da Polícia Judiciária.

 
3 200 quilos de maconha foram encontrados em fundo de baú falso - Divulgação
 

Operação Hórus

Coordenada pela Secretaria de Operações Integradas, com a participação do Núcleo Especial de Polícia Marítima (Nepom) da Polícia Federal, do Batalhão de Proteção de Fronteiras (BPFron) da Polícia Militar do Estado do Paraná, Força Nacional de Segurança Pública e do Exército Brasileiro, na região de Guaíra (PR).

A Operação tem o objetivo de impedir a entrada de drogas, cigarros, armas e munições pelas fronteiras do país.

Desde o seu início, em Mato Grosso do Sul, em setembro de 2019, o Estado lidera as apreensões de drogas. As equipes já tiraram de circulação de MS cerca de 35 toneladas de drogas resultando em um prejuízo de mais de R$ 60 milhões aos criminosos.

 
 

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, o contato pode ser feito através do telefone 0800 647 – 6300. Não necessita de identificação e a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço é 24 horas e funciona todos os dias da semana. 

 

Felpuda


Falatório e atitude de membro da família acenderam a luz vermelha no “QG” de candidato, pois poderão causar muitos estragos. 

A tropa de choque de defensores do candidato a prefeito já foi colocada em campo e só falta falar que os genes de ambos são diferentes. 

E com relação ao dito-cujo, sabe-se que deverá ser orientado a “baixar a bola” nos próximos dias, mais precisamente até o término da campanha eleitoral.

Afinal...